quinta-feira, 25 de maio de 2017

Apostando em produtos Premium para a classe média Anjos Colchões fatura mais de 63 milhões ao ano


O franqueador Claudinei dos Anjos viu que poderia oferecer para a classe média um produto superior com preço justo e com isso ganhar o mercado 


Claudinei dos Anjos, fundador da rede de franquias Anjos Colchões, possui uma história de empreendedorismo surpreendente. Filho de um humilde vendedor de cereais no interior do município de Capitão Leônidas Marques, no Paraná, Claudinei enfrentou até um incêndio para hoje ser um empresário de sucesso.

Com uma visão de mercado aguçada ele logo viu que poderia vender um produto de alta qualidade com um preço mais enxuto, e lançou o modelo Prime, que é o conceito de lojas sofisticadas e produtos exclusivos, feitos pela própria indústria da marca. A loja é ambientada para trazer uma experiência única de conforto e bem estar ao cliente. A primeira unidade neste modelo já está operando em Ponta Grossa, no Paraná. 

Atualmente a Anjos Colchões possui 51 unidades em operação: 33 franqueadas, 18 próprias e a previsão de inauguração de 20 unidades até o final do ano. A rede teve um faturamento de 36 milhões em 2015 e 63 milhões em 2016. Todos os produtos Anjos Colchões são de fabricação própria e as franquias contam com 3 indústrias do grupo para o fabricação dos colchões e estofados. São atendidos em média 200 clientes por mês em cada unidade.

Sobre a Anjos Colchões
A Anjos Colchões é uma empresa 100% nacional que conta hoje com um complexo fabril de 27.000 m2 de área construída, num terreno de 73.000 m2. Em 2008, foi criada as Lojas Anjos Colchões Franchising e teve início a expansão por meio da venda de franquias de lojas de colchões e estofados. O projeto deu muito certo, hoje a rede de franquias conta com mais de 51 lojas em operação e um plano de expansão que prevê a abertura de 20 unidades até dezembro de 2017.


FRANQUIA Anjos Colchões – Ficha técnica:
Investimento total (s/ taxa de franquia): a partir de R$ 120.000,00 
Taxa de Franquia: R$ 20.000,00
Capital de Giro: R$ 50 a 100 mil
Taxa de Royalties: 10% na compra.
Metragem média das unidades: de 90 a 300 m²
Número mínimo de funcionários: 2 
Faturamento médio mensal: R$ 60 mil
Lucratividade: entre 10% a 15% de acordo com o faturamento.
Prazo de contrato: 5 anos (não precisa constar)
Contato: www.anjoscolchoes.com.br

Dídio Pizza foca expansão no interior de São Paulo no segundo semestre

Guarulhos, Sorocaba, Americana, Limeira, Paulínia, Mogi das Cruzes, São Jose dos Campos e Santos, são os principais alvos da rede

A Dídio Pizza, tradicional rede de pizzaria delivery, está em busca de franqueados em Sorocaba, Limeira, Paulínia, Americana, Guarulhos, Mogi das Cruzes e Santos e tem como meta abrir 26 novas unidades. Conforme Elídio Biazini, diretor da rede, o interior de São Paulo é o foco da expansão dado o seu potencial de consumo e crescimento para novos negócios. Para a Dídio Pizza, o interior, também desperta interesse por conta do seu potencial de crescimento para novos negócios uma vez que as cidades costumam ter menos unidades franqueadas do que as capitais. 

“Lojas nestas cidades tem tudo para serem unidades de sucesso. Fazemos sempre um estudo minucioso de cada local para onde vamos e o geoprocessamento aponta que estas cidades, neste momento, são as mais alinhadas com os nossos consumidores. Os novos franqueados, que investirem nessas unidades, terão nas mãos um negócio de sucesso, sem nenhuma dúvida”, diz Biazini.

O investimento inicial de uma Dídio Pizza é de R$310 mil que já incluem a taxa de franquia e montagem de loja. Os novos franqueados passam por um treinamento completo e recebem suporte total da franqueadora durante do todo o processo e depois da inauguração. Uma unidade, no primeiro ano de operação, fatura em média R$70mil por mês. 

Alguns números da Dídio Pizza em 2016
No ano passado a rede utilizou em sua rede 231 toneladas de tomate, 176 toneladas de mussarela, 215 toneladas de farinha, 305.083 litros coca cola, 80 toneladas de brigadeiro.   

DÍDIO PIZZA – ficha técnica
- Investimento inicial: R$ 310 mil
 - Taxa de franquia (inclusa no investimento inicial): R$ 55 mil
 - Capital de Giro R$ 30 mil
- Taxa de royalties 9% sobre Faturamento Bruto
- Taxa de Propaganda: 2% sobre Faturamento Bruto
- Faturamento médio mensal de uma loja: R$ 70 mil no primeiro ano
- Metragem mínima de uma loja: 80m²
- Lucratividade do franqueado: Média de 12%
- Retorno do investimento: 26 meses
- Número de funcionários media por loja: 11 funcionários 
- Tempo de contrato: 4 anos
Mais informações: www.didio.com.br


terça-feira, 23 de maio de 2017

Bono Pneus busca franqueados no Rio Grande do Sul



Com investimento a partir de R$ 400 mil, rede de franquias pretende abrir  sua primeira unidade em Porto Alegre ainda esse ano

Única franquia de centro automotivo multimarcas do mercado, a Bono Pneus foca sua expansão nas capitais no segundo semestre de 2017. Uma das principais cidades de interesse da rede é Porto Alegre, onde pretende abrir sua primeira unidade até o final do ano.

Com investimento a partir de R$400 mil, a Bono Pneus tem em seu conceito lojas amplas e com projeto arquitetônico clean.  São oferecidos todos os serviços de under car (suspensão automotiva, pneus, limpeza de bicos, injeção eletrônica, amortecedor, freios, bateria) e cada unidade fatura em média R$158 mil mensais, com lucratividade na faixa dos 10%.  Cerca de 300 carros são atendidos por mês em cada unidade. 

Para ser franqueado não é necessário ter experiência no setor automotivo, basta ter capacidade empreendedora, dedicação ao negócio, comunicabilidade, habilidade no gerenciamento de pessoas e comprometimento técnico e administrativo. 

A Rede Bono Pneus iniciou suas atividades em 1992 e atualmente possui 55 unidades, sendo 27 lojas no interior paulista, 12 lojas em São Paulo, 4 lojas no Paraná, 5 lojas em Mato Grosso, 2 lojas em Santa Catarina, 1 loja na Bahia, 2 lojas em Minas Gerais, 1 loja no Rio Grande do Norte e 1 loja no Amazonas.

Ficha Técnica Bono Pneus
Investimento Inicial: R$400 mil a 810 mil (reforma, equipamentos + estoque inicial + taxa de franquia)
Capital de giro: R$ R$ 40 mil a R$ 150 mil
Taxa de Franquia: R$ 60mil
Taxa de Royalties: 5%
Taxa de propaganda: -
Prazo de retorno do investimento: em até 48 meses
Faturamento médio de uma loja/mês: R$ 158 mil
Rentabilidade: 10% do faturamento bruto
Ticket médio: R$ 700
Funcionários são necessários por loja: 8 a 13 funcionários
Prazo de contrato: 5 anos

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Bono Pneus mira capitais


Porto Alegre, Campo Grande, Goiânia, Vitória são as cidades na mira da franquia de centros automotivos especialistas em serviços under car

 
Única franquia de centros automotivos multimarcas do mercado, a Bono Pneus foca sua expansão nas capitais no segundo semestre de 2017.  A rede, que cresceu 14 % em 2016, pretende abrir 6 novas unidades nas cidades Porto Alegre (RS), Campo Grande (MS), Goiânia (GO), Vitória (ES), Maceió (AL) e Porto Velho (RO) .

Nascida em 1992 pelas mãos do empresário Aparecido Bueno, a Bono Pneus tem investimento que parte dos R$400 mil, tendo em seu conceito lojas amplas e com projeto arquitetônico clean.  São oferecidos todos os serviços de under car (suspensão automotiva, pneus, limpeza de bicos, injeção eletrônica, amortecedor, freios, bateria) e cada unidade fatura em média R$158 mil com lucratividade na faixa dos 10%. Cerca de 300 carros são atendidos por mês em cada unidade.

Para ser franqueado não é necessário ter experiência no setor automotivo, basta ter capacidade empreendedora, dedicação ao negócio, comunicabilidade, habilidade no gerenciamento de pessoas e comprometimento técnico e administrativo.

A Rede Bono Pneus iniciou suas atividades em 1992 e atualmente possui 55 unidades, sendo 27 lojas no interior paulista, 12 lojas em São Paulo, 4 lojas no Paraná, 5 lojas em Mato Grosso, 2 lojas em Santa Catarina, 1 loja na Bahia, 2 lojas em Minas Gerais, 1 loja no Rio Grande do Norte e 1 loja no Amazonas.

Entre os diferenciais da Bono
Uma das grandes preocupações da rede é com o público feminino e para isso, todas as lojas treinam seus funcionários para que atendam as mulheres de forma diferenciada. A ideia é contribuir para que a ida ao mecânico não seja mais motivo de tensão e desconfiança entre as mulheres.

A rede, que completa 25 anos em 2017, investe no descarte consciente dos pneus usados. Segundo Bueno, diretor da rede, todas as unidades fazem parceiras com empresas de descarte de pneus, peças e óleos. “Essas empresas é que são as responsáveis pelo descarte em si. Para o descarte de óleo a empresa parceira tem que ter o certificado do descarte para apresentar”, explica.

Ficha Técnica Bono Pneus
Investimento Inicial: R$400 mil a 810 mil (reforma, equipamentos + estoque inicial + taxa de franquia)
Capital de giro: R$ R$ 40 mil a R$ 150 mil
Taxa de Franquia: R$ 60mil
Taxa de Royalties: 5%
Taxa de propaganda: -
Prazo de retorno do investimento: em até 48 meses
Faturamento médio de uma loja/mês: R$ 158 mil
Rentabilidade: 10% do faturamento bruto
Ticket médio: R$ 700
Funcionários são necessários por loja: 8 a 13 funcionários
Prazo de contrato: 5 anos



segunda-feira, 15 de maio de 2017

Workshop Sagrado Teatro - O resgate da criança esquecida, acontece nesse sábado no Espaço Clariom

Workshop voltado para não atores propõe utilizar jogos teatrais como forma de autoconhecimento e reconexão com o adulto brincante


Nesse sábado, dia 20 de maio acontece o Workshop “Sagrado Teatro - o resgate da criança esquecida”, no Espaço Clariom em São Paulo.

Realizado dentro do projeto “Sagrado Teatro” da Cia. Rabo de Asno, o workshop tem como público alvo pessoas que desejem utilizar o teatro como ferramenta de autoconhecimento, desinibição e forma de reencontra a própria leveza, ainda que necessariamente não queiram se tornar atores.

“O teatro sem dúvida é uma ferramenta de cura. Nos cura no sentido de nos libertar de travas, medos, julgamentos e nos permitir brincar, ser quem é, livre das amarras sociais que nos impomos dia a dia. Sendo atriz e estudiosa do xamanismo, unindo essas duas artes, cheguei ao projeto “Sagrado Teatro”, que vem com esse objetivo de nos reconectar, através de técnicas e jogos teatrais e canções e vivência aprendidas no xamanismo, ao nosso verdadeiro eu”, diz Rita Brafer, idealizadora do projeto e facilitadora do Workshop.

É projeto “Sagrado Teatro” faz parte do retorno da Cia. Rabo de Asno a suas atividades e é dividido em 3 módulos:"O resgate da criança esquecida", que acontece no dia 20/05, "A criança Curada acolhendo o adulto ferido", no dia 10/06 e o "O adulto brincador" no dia 12/08.

Nessa primeira vivência, "O resgate da criança esquecida", o foco é  o despertar da criança interior. Voltar a olhar pra si mesmo de forma mais brincalhona, rir de si mesmo, relembrar antigos jogos e brincadeiras. É um momento para relembrar que nossa criança interior vive em nós e que merecemos estar com ela! 

Qualquer pessoa pode participar, não necessariamente precisa querer ser ator. Mas vai sim proporcionar uma primeira experiência no teatro para quem nunca fez e tem curiosidade.

O workshop “Sagrado Teatro - O resgate da criança esquecida” acontece no dia 20/05, das 10h às 14h.  Informações e inscrições pelos email ciarabodeasno@gmail.com ou pelo telefone (11) 2309-7445. As vagas são limitadas e as inscrições estão abertas.

Serviço:
Workshop: “Sagrado Teatro - o resgate da criança esquecida”
Quando: 20 de Maio – das 10h às 14h
Local:  Espaço Clariom – Rua Mariz e Barros, 343, Jardim da Glória – São Paulo/SP
Investimento: R$ 80,00
Informações e inscrições: 
(11) 2309-7445 ou pelo email ciarabodeasno@gmail.com 


quinta-feira, 11 de maio de 2017

Facilitadora de negócios movimenta mais de R$2 milhões trabalhando o networking corporativo


A ideia República de Negócios é ir além do que os clubes de networking geralmente fazem quando apenas apresentam empresários uns aos outros


Nascida da percepção de que o networking no Brasil ainda é bastante deficiente, a República de Negócios se posiciona no mercado como uma empresa que se propõe a fazer a ponte entre  quem tem o problema e quem tem a solução.

A ideia é ir além do que os clubes de networking geralmente fazem quando apenas apresentam empresários uns aos outros. A facilitadora de negócios idealizada por Glauco Vega e Guilherme Galletti, se propõe antes de tudo,  entender as necessidades dos empresários, “as suas dores”, como costumam dizer os sócios. 

A República de Negócios foi criada como um ecossistema fechado de empresas que tem um alto nível de relacionamento no mercado e estão desenvolvendo projetos de grande impacto e muito consistentes. 

“Unimos todas estas empresas para poder gerar o maior valor possível para o mercado e assim dispondo de uma vasta proposta de valor para seus parceiros e clientes”, explica Vega.

A metodologia da empresa está baseada em quarto pilares básicos que são a proximidade (trata da relação de confiança), a intenção (onde são expostos os porquês de aproximar aquelas duas empresas), a intensidade (fazer a comunicação entre as empresas frequentemente, mas sem pressão desnecessária) e o acompanhamento (onde se monitora o andamento do negócio com objetivo de ganho de eficiência).

Há cerca de dois anos no mercado, a facilitadora já colaborou com a geração de negócios e oportunidades na faixa dos R$ 300 milhões de reais (pipeline e negócios fechados).  Já geraram valor para empresas como Sky, Magazine Luiza, Gocil, Lojas Marisa, Banco Carrefour, Intelserv, Tivit, Via Varejo, KPMG, entre outras. 

“Queremos mudar essa visão extrativa do mercado e apresentá-los a nova era de negócios, o modelo colaborativo de fazer negócios, com real interesse em ajudar e assim, estamos desenvolvendo diversas formas de abordar o tema do crossnetwork. Nossa crença é que podemos de fato ajudar e gerar valor e riqueza para o mercado”, encerra Vega. 


segunda-feira, 8 de maio de 2017

Anjos Colchões pretende inaugurar unidade em Americana neste ano


Com investimento de R$120 mil, rede de franquias Anjos Colchões oferece oportunidade de negócio e empregos para operar na cidade 


A ANJOS COLCHÕES – rede de franquias de colchões e estofados – foca sua expansão no interior de São Paulo e mira Americana como prioridade para abrir novas unidades nos próximos meses. O interesse se confirma quando pesquisa da Rizzo Franchise aponta que no ano passado 466 franquias geraram 4.276 novos empregos e uma receita de mais de R$ R$742 milhões para o município. 

Com unidades em São Paulo, Santa Catarina, Paraná, entre outros Estados do país, a rede está em processo de captação de franqueados para suas próximas lojas. Com faturamento médio mensal de R$ 60 mil e investimento inicial de R$ 120 mil, a Anjos Colchões é uma boa opção de negócio para quem está em Campinas e busca um negócio para investir.

De acordo com Claudinei dos Anjos, presidente da rede, a cidade de Americana apresenta o perfil do público consumidor da marca e os bons números de receita apresentados pelas franquias locais foram um dos fatores determinantes para o plano de expansão da Anjos focar a região.  

Um dos grandes diferencias da rede é o conceito de lojas sofisticadas e produtos exclusivos, feitos pela própria indústria da marca. “O investidor que abrir a primeira unidade em Campinas terá muito sucesso. O povo de Americana é muito ávido por novidades de primeira linha que certamente é o nosso grande diferencial. afirma dos Anjos.

Atualmente a Anjos Colchões possui 48 unidades em operação: 33 franqueadas, 15 próprias e a previsão de abertura de mais 5 unidades em Campinas. A rede teve um faturamento de 36 milhões em 2015 e 63 milhões em 2016. Todos os produtos Anjos Colchões são de fabricação própria e as franquias contam com 3 indústrias do grupo para o fabricação dos colchões e estofados. São atendidos em média 200 clientes por mês em cada unidade e somente em Campinas cabem mais 20 unidades da marca.

FRANQUIA Anjos Colchões – Ficha técnica:

Investimento total (com a Taxa de Franquia incluída): a partir de R$ 140.000,00
Capital de Giro: R$ 50 a 100 mil
Taxa de Franquia: R$ 20.000,00
Taxa de Royalties: 10% na compra.
Metragem média das unidades: de 90 a 300 m²
Número mínimo de funcionários: de 2 a 3 funcionários
Faturamento médio mensal: R$ 60 mil
Lucratividade: entre 10% a 15% de acordo com o faturamento.
Prazo de contrato: 5 anos
Contato: www.anjoscolchoes.com.br


sexta-feira, 5 de maio de 2017

Balneário Camboriú recebe a 1ª edição do Drift Fight e Bono Pneus faz promoção com ingressos grátis e Carona Radical


Evento acontece no próximo domingo (07), no Kartódromo Speedway Music Park, e reúne amantes de velocidade e automobilismo
 

Balneário Camboriú vai acelerar com as manobras dos pilotos no próximo domingo, 7 de maio, durante o 1º Drift Fight de Santa Catarina. O evento acontece no Kartódromo Speedway Music Park, entre às 9h e 17h, e reúne amantes de carros e velocidade em um show com muita adrenalina e perícia.

Durante o dia, os pilotos irão disputar em duplas e equipes, em circuitos cheios de curvas e desafios. Os ingressos masculinos custam R$10 e podem ser comprados no local, mulheres e crianças até 10 anos não pagam.

Os pilotos estão ansiosos para participar da primeira edição do Drift Fight em Santa Catarina, “esse evento pode ser um marco no calendário do Drift. Todos os pilotos estão muito motivados pois além da beleza da cidade, também estamos sendo muito bem recebidos. Vamos fazer um belo show”, destaca Bueno, piloto da equipe Bono Pneus Drift.

O piloto Márcio Kabeça, instrutor da Drift Escola e um dos idealizadores do evento, promete emoções no final de semana. “Será um dos maiores eventos de Drift do Brasil, tenho muito orgulho de fazer parte desta primeira edição do Drift Fight”. Ainda de acordo com ele, “o mais interessante do evento é que, além de demonstrar suas habilidades, os pilotos devem seguir à risca o que os juízes determinarem para cada obstáculo”, completa.

PROMOÇÃO
Os clientes da Bono Pneus Balneário Camboriú que comprarem acima de R$ 750,00 podem concorrer a ingressos e se for acima de R$ 1.000,00 pode concorrer a uma Carona Radical. 

O que é Drift?
Ao pé da letra, Drift quer dizer "à deriva". No esporte a motor originou o surgimento de várias ligas independentes, porém, Drift significa pilotar um carro em alta velocidade, quase o tempo todo "andando" de lado. Driftar é levar o carro além dos limites, fazer deslizar de lado, manter e controlar a derrapagem. É preciso equilibrar a velocidade e o ângulo de entrada nas curvas para que o carro atinja o ponto limite entre estar de lado e "rodar".
Nesta modalidade esportiva, destacam-se aqueles pilotos que conseguem demonstrar suas habilidades técnicas e muita agilidade na condição de absoluto controle sobre as máquinas. O Drift nasceu no Japão nos anos 70, ganhou força nos Estados Unidos e toda Europa. O Brasil já conta com mais de 200 praticantes do esporte.

SERVIÇO
Local - Kartódromo Speedway Music Park, Balneário Camboriú, bairro Nova Esperança
Ingressos - Masculino: R$10,00
Feminino - Livre
Crianças - até 10 anos não pagam
Estacionamento - R$10,00
Horário - das 9h às 17h
Para concorrer a ingressos e a Corrida Radical -  4ª Avenida, 1500 (Bono Pneus)
Outras informações - (47) 9 9193 1123


quinta-feira, 4 de maio de 2017

Contém1g faz parceria com o Sebrae-SP e promove Dia do Empreendedorismo em sua sede em São Paulo


Dia do Empreendedorismo fará parte da programação da Semana do MEI (Micro Empreendedor Individual) do Sebrae-SP Capital Oeste e contará com palestras do SEBRAE e apresentação da Venda Direta da Contém1g para quem deseja iniciar o próprio negócio


No próximo dia 11 de maio, a Contém1g em parceria com o Sebrae-SP Capital Oeste, promovem o Dia do Empreendedorismo, na sede da Contém1g no bairro do Pacaembu. O evento faz parte da Semana Nacional do MEI (Micro Empreendedor Individual) do Sebrae, que trará um dia inteiro de palestras para quem deseja tornar-se um empreendedor.

A programação, que será das 9h30 às 18h30, terá treinamentos e palestras com temas variados, dentre eles o “Empreendedorismo como opção de Carreira”, que será ministrada por Roberta Sodre Costa Leite Seixas, analista sênior de Negócios do Sebrae-SP e conteúdos da Contém1g sobre a como construir uma carreira empreendedora com a Venda Direta no Marketing Multinível – novo canal de vendas da Contém1g lançado no segundo semestre do ano passado.

Durante todo o dia, além das palestras, o Sebrae-SP Capital Oeste disponibilizará 3 unidades móveis do MEI em frente à sede da Contém1g, para que as pessoas que desejarem possam fazer o cadastro como Micro Empreendedor Individual e tirar todas as dúvidas sobre os conteúdos dos cursos de empreendedorismo disponibilizados pelo Sebrae.

Na Semana do MEI, todos os canais de atendimento do Sebrae-SP estarão voltados para esse público. “Queremos mostrar as vantagens da formalização, como a possibilidade de ser coberto pela Previdência Social, e também falar da importância da capacitação para dar a largada em um negócio com o devido planejamento”, afirma o diretor-superintendente do Sebrae-SP.

Programação – Dia do Empreendedorismo Contém1g e SEBRAE SP:
9h30 – Abertura do Dia do Empreendedorismo com o presidente da Contém1g, Rogério Rubini
10h00 – Palestra sobre Empreendedorismo ministrada pelo Sebrae SP
11h30 – Treinamento para iniciantes sobre a Venda Direta Multinível
13h30 – Palestra sobre Empreendedorismo ministrada pelo Sebrae SP
15h00 – Treinamento: Tendências em maquiagens, produtos e demonstrações
16h30 – Treinamento: Comunicação e Sucesso nos Negócios
17h30 – Apresentação do Plano de Negócios Contém1g Magic
18h30 – Encerramento

O evento é aberto ao público e gratuito. Não haverá inscrições prévias e a prioridade na participação das palestras será por ordem de chegada dos interessados até completa ocupação do auditório.

Dia do Empreendedorismo Contém1g e Sebrae SP:
Data: 11/05/2017 – quinta-feira
Horário: Das 9h30 às 18h30
Local: Rua Almirante Pereira Guimarães, 127 – Pacaembu – São Paulo/SP

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Geração Y cresce no mercado de franquias e setor precisa adaptar-se


Elidio Biazini, diretor da Dídio Pizza, possui 40% de seus franqueados nessa geração e comenta sobre como é lidar com “franqueado Y” em uma rede  
 


Conhecidos pela capacidade de fazer muitas coisas ao mesmo tempo, porém, com dificuldades de foco, a geração Y, hoje, na casa dos 30 anos, chega em um momento em que assume um papel importante tanto quanto consumidor, como empreendedor. O seu impacto no mercado, nas duas pontas, já é sentido em todos os setores. As franquias não ficam de fora.

 
Por serem negócios formatados, tradicionalmente, as redes de franquias atraem jovens empresários que buscam seus primeiros desafios profissionais. Ainda mais experientes em sua grande maioria, os franqueadores começam a se deparar com essa geração conhecida pela capacidade de desenvolver multi-tarefas, mas que não tem no foco a sua maior qualidade. 

Assim, tanto como clientes, como empreendedores, o mercado precisa aprender a lidar e tirar o melhor da geração y.  Essa é a percepção de Elidio Biazini, diretor da  Dídio Pizza, rede paulistana de pizzarias delivery, que acredita que é uma vantagem a faixa etária dos 30 anos estar se consolidando no mercado, pois, segundo ele, as negociações costumam ser mais rápidas e eficientes. “Além dessa geração não ter medo de dizer sim ou não. Eles conseguem rapidamente perceber a marca e seus objetivos, podem amar ou odiar, mas não ficam encima do muro”, completa. 

A Dídio Pizza tem, hoje, cerca de 40% dos franqueados entre Geração Y. Segundo o empresário, isto ajuda a rede estar sempre antenada com as tendências e instiga a investir em inovação constantemente. “É a geração que está sempre conectada e que quer agilidade no negócio, buscam resultados rápidos. Isso pode ser bom e bem explorado, mas também pode ser um problema, quando o jovem franqueado não é bem direcionado e desiste facilmente se não for motivado corretamente”, pondera o diretor.

O segredo, segundo Biazini, é estudar e conhecer o comportamento e o modo de pensar de cada geração para extrair o melhor. Em se tratando dos clientes isso é importante para oferecer seu produto da melhor forma, em se tratando dos franqueados é importante para trabalhar em sintonia para alcançar os resultados projetados.


DÍDIO PIZZA – ficha técnica
- Investimento inicial: R$ 310 mil
- Capital de Giro: R$ 30 mil
- Taxa de franquia (inclusa no investimento inicial): R$ 55 mil
- Taxa de royalties 9% sobre Faturamento Bruto
- Taxa de Propaganda: 2% sobre Faturamento Bruto
- Faturamento médio mensal de uma loja: R$ 70 mil no primeiro ano
- Metragem mínima de uma loja: 85m²
- Lucratividade do franqueado: Média de 12%
- Retorno do investimento: 26 meses
- Número de funcionários por loja: 11 funcionários
- Tempo de contrato: 4 anos
Mais informações: www.didio.com.br