terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Cookie e Pizza especiais para adoçar o Natal

Mr Cheney e Dídio Pizza lançam versões natalinas de seus produtos mais famosos


 

Com sabores especiais desenvolvidos para as festas de final de ano, as redes Dídio Pizza e Mr Cheney colocam à venda nesse mês de dezembro a pizza Quebra Nozes em que o mix de ganache e nozes dão o tom e uma seleção de cookies com sabor de filme americano incluindo o famoso Red Velvet e o Ginger que mescla gengibre e chocolate branco.

A Dídio Pizza – tradicional rede de franquias de pizzarias delivery – acaba de lançar a Pizza de Natal em parceria com a Nestlè, batizada de Quebra Nozes. Com o objetivo de entrar no clima das festas de final de ano e oferecer aos clientes uma pizza diferenciada, de dar água na boca para quem gosta de chocolate, a pizza mistura os mais deliciosos ingredientes usados normalmente em receitas elaboradas para sobremesa: chocolate ganache, coberto com brownie e nozes na massa folhada.
Conhecida por lançar sabores inusitados, a Dídio Pizza aposta na parceria com a Nestlè, que participou no desenvolvimento do produto, assim como outros já existentes no cardápio, para criar esta inovação que estará em todas as 25 unidades da Dídio Pizza do Estado de São Paulo até o dia 4 de janeiro de 2016. A Pizza Quebra Nozes será comercializada em duas versões: Mini (4 fatias - R$ 21,00) e Média (6 fatias - R$ 29,00).

O Natal no Mr. Cheney  - lojas ambientadas para saborear as guloseimas típicas das vovós americanas, onde os clientes podem ver os cookies entrarem no forno e saírem quentinhos - vai resgatar a tradição que muitos países têm de comemorar a data e presentear com doces decorados e feitos com ingredientes especiais. Acaba de chegar em todas as 46 unidades espalhadas por diversas localidades brasileiras 6 sabores de cookies natalinos com receitas inéditas no Brasil de dar água na boca, além de outras delícias para presentes:
Red Velvet Cookie: o famoso bolo americano Red Velvet na versão cookie, todo craquelado com açúcar de confeiteiro e pedaços de chocolate
Glazed Apple Cookie: cokkie incrivelmente macios, com pedaços de maçãs e passas
Lemon Cookie: o delicioso cookie White Chocolate com o azedinho do limão e passado no açúcar de confeiteiro antes de assar
Ginger Cookie: cookie de gengibre e especiarias com chocolate branco
Snickerdoodle: cookie de canela feito com manteiga e açúcar cristal
Salted Caramel Cookie: o já conhecido cookie Double Chocolate recheado com caramelo macio e salpicado com sal marinho. Uma mistura de doce e salgado surpreendente.
Preço de cada cookie: R$ 5,50

Mini Árvore de Cokkies: montada com o sugar cookie, decorado com glacê
Preço: R$ 20,00
Saquinho de mini Ginger Cookies: Aproximadamente 200 gr de mini cookies de gengibre e especiarias com chocolate branco
Preço: R$ 14,00

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Outer Shoes entrega sapatos de bicicleta no mês de dezembro


Compras realizadas pelos clientes no e-commerce da empresa serão entregues com bicicletas no Rio de Janeiro para garantir que todos recebam os presentes de Natal


Para agilizar o processo de entrega dos sapatos masculinos e femininos durante o mês de dezembro – época em que as transportadoras têm muita demanda e o trânsito é ainda mais intenso, quem realizar compras pelo e-commerce da OUTER SHOES receberá os produtos por um entregador ciclista.

Este ano, a empresa fará esta ação somente na cidade do Rio de Janeiro, na Zona Sul, Centro e Tijuca, mas a intenção é levar esta ideia para outras localidades do Brasil atendidas pelas vendas online. “Acreditamos que será uma entrega rápida, moderna, sustentável, viável e em sintonia com o que a Outer Shoes acredita, uma vida saudável e urbana”, explica Breno Bulus, fundador da rede.

Além do e-commerce, a Outer Shoes possui 22 unidades em várias localidades do país. Com lojas sofisticadas, porém com elementos simples e da natureza que remetem ao conceito de um “jardim urbano”, a rede tem seu público alvo formado por pessoas das classes A e B, sempre exigentes e que não abrem mão do bom gosto pessoal e do conforto, porém sem terem que seguir a moda preestabelecida pelas tendências mundiais.


Dídio Pizza lança pizza de sobremesa para o Natal




Batizada de QUEBRA NOZES, a nova pizza tem chocolate ganache, brownie e nozes

A DÍDIO PIZZA – tradicional rede de franquias de pizzarias delivery – acaba de lançar a Pizza de Natal em parceria com a Nestlè, batizada de Quebra Nozes. Com o objetivo de entrar no clima das festas de final de ano e oferecer aos clientes uma pizza diferenciada, de dar água na boca para quem gosta de chocolate, a pizza mistura os mais deliciosos ingredientes usados normalmente em receitas elaboradas para sobremesa: massa folhada com recheio de chocolate Ganache, pedaços de brownie e nozes.

Conhecida por lançar sabores diferentes, a Dídio Pizza aposta na parceria com a Nestlè, que participou no desenvolvimento do produto, assim como outros já existentes no cardápio, para criar esta inovação que estará em todas as 25 unidades da Dídio Pizza do Estado de São Paulo até o dia 4 de janeiro de 2016. A Pizza Quebra Nozes será comercializada em duas versões: Mini (4 fatias - R$ 21,00) e Média (6 fatias - R$ 29,00).

“Apostamos no novo e acreditamos muito que nosso público vai gostar desse sabor. Essa pizza ficou tão gostosa que é quase um presente de Natal”, comenta Elídio Biazini, proprietário da rede  Dídio Pizza.

Sobre a Dídio Pizza
Hoje com 25 unidades em São Paulo, a Dídio Pizza foi fundada em 1993 e sempre apostou em combinações de sabores inusitados e exclusivos, como a Pizza Fondue, Pizza de Whey Protein e também a exclusiva pizza duble com duas camadas de massa, a Brasileiríssima. 

Além de ser conhecida por oferecer pizzas fartas, com o dobro do recheio das pizzas tradicionais do mercado, a Dídio Pizza já lançou outros sabores campeões de venda, entre eles a premiada Marguerita com Pepperoni e a Pizza de Mousse de Maracujá. A rede possui, ainda, uma linha light de pizzas com massa 100% integral.

A Dídio Pizza funciona todos os dias a partir das 18h00 e basta acessar o site www.didio.com.br para localizar a loja mais próxima e fazer o pedido, que pode inclusive ser pré-agendado para ser entregue no dia e horário que desejar.


segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Franquias facilitam pagamento para atrair investidores

Como estratégia para driblar a crise, redes de franquias se reinventam e admitem parcelamento do investimento para continuarem competitivas no mercado
 


A palavra de ordem é continuar crescendo e tentar ignorar a crise, mas será que isso é possível? Para algumas redes de franquias, sim.

Algumas marcas já estão partindo para estratégias mais incisivas, como o parcelamento do valor do investimento. Uma delas é a Park idiomas, rede de franquias de escolas de inglês, que para o modelo compacto, possui o valor de investimento de R$ 8.500 que poderá ser parcelado em até 60 vezes sem juros. “A nossa intenção é que esse microfranqueado cresça na rede. Apostamos nele e conforme ele vai aumentando o número de alunos, logo sente a real necessidade de migrar para o modelo de negócio tradicional, essa é a nossa meta”, afirma Eduardo Pacheco, presidente da Park Idiomas.

A Único Asfaltos – rede de franquias que pretende popularizar o uso do Asfalto no país - possui um valor de investimento de 264 mil e 50% deste valor poderá ser parcelado em até 10 vezes sem juros. De acordo com Jorge Coelho, presidente da rede, a possibilidade do parcelamento atrai candidatos que possuem o perfil exato da franquia, porém não tem todo o valor para investir. “Existem pessoas com um perfil altamente empreendedor, porém sem o dinheiro total para investir. Por essa razão, oferecemos a oportunidade do parcelamento e crescemos junto com o franqueado”,  explica Coelho.

Já a Outer Shoes – franquia de calçados alternativos -  também possui formas de parcelamento, porém mais comedida. Do total de investimento inicial, R$330mil, apenas R$40mil, referentes à taxa de franquia, são pagos à franqueadora, o restante é investimento na unidade e com fornecedores. “A taxa de franquia é pago em duas parcelas - uma na assinatura do Pré Contrato e outra na assinatura do Contrato”, afirma firma Filipe Lamim, diretor de expansão.

Um verdadeiro contraponto são as franquias Mr Cheney e Dídio Pizza – elas não apostam na estratégia de parcelamento para crescimento da rede. Lindolfo Paiva, presidente do Mr Cheney e Elídio Biazini – presidente da Dídio Pizza, possuem a mesma visão de que para a rede não é saudável que o franqueado entre na operação com dívidas, ter o valor do investimento em mãos é fundamental.



Lançada a primeira Franqueadora do Brasil totalmente Home Office

Poltrona 1 Turismo, que vende franquias Home Office, acaba de lançar estrutura da franqueadora também toda em Home Office, um sistema onde há várias pessoas e empresas que formam células de trabalho, em diferentes locais, oferecendo toda a estrutura necessária para os franqueados
 

    Com 80 franquias espalhadas em diversas cidades brasileiras, a POLTRONA 1 , franquia de agências de Turismo, que nasceu no modelo Home Office – franqueados que realizam investimento inferior a R$ 12 mil e trabalham em casa – acaba de lançar a Home Xtreme – primeira franqueadora do país totalmente Home Office.

    Formada por pequenas empresas parceiras, em sistemas de células, a empresa franqueadora tem os seguintes departamentos em Home Office: Operação de Pacotes Nacionais, Operação de Pacotes Internacionais, Controle Administrativo Financeiro, Marketing e Produtos de Nicho. Segundo Oldemar Teixeira, proprietário da rede, a ideia surgiu depois de perceber que muitas operadoras de turismo do mercado acabaram quebrando por quererem manter uma estrutura muito grande para chamar a atenção dos clientes. “A grande vantagem da franqueadora Home Xtreme é a leveza administrativa, pois sem grandes custos fixos, é possível aumentar a lucratividade da rede correndo menos riscos, principalmente numa economia instável como esta que estamos vivendo”, explica.

    Outra grande redução de custos da franqueadora foi a eliminação de encargos trabalhistas, já que todos os contratos com as empresas prestadoras de serviço que formam as células do Home Xtreme são de pessoa jurídica para pessoa jurídica.

    A Poltrona 1  foi a primeira rede de franquias do país a formatar seu negócio para Home Office. Para criar um diferencial no mercado, porém, resolveu não seguir a moda de muitos portais de viagens “self service”, ou seja, onde o cliente pesquisa preços e fecha pacotes sem precisar falar com ninguém. Ao contrário disto, a Poltrona 1 resolveu investir em treinamento para os franqueados se tornarem verdadeiros consultores de viagens e preparar pacotes com todos os detalhes da preferência e disponibilidade financeira de cada cliente.

    “Nós acreditamos que a compra de uma viagem é a realização de um sonho e muitas vezes, os clientes fecham pacotes pela Internet sem saber de detalhes importantes sobre o destino, que só quem conhece pode orientar. Por isso, nossos franqueados são profissionais e estão preparados para atender a todas as necessidades de quem não quer ter nenhum problema durante todas as etapas da viagem”, acrescenta Oldemar.

    Como não há a necessidade de ponto comercial, já que os franqueados vão até os clientes, o investimento é de apenas R$ 11.824,00. Neste valor, está incluído o treinamento e mais um grande diferencial da franquia: consultoria de campo voltada para vendas. O faturamento mínimo esperado de uma unidade é de R$ 100 mil ao mês, com uma lucratividade de 12 a 13%.
   
Poltrona 1 – ficha técnica
Investimento total: R$ 11.824,00 (valor da Taxa de Franquia)
Estrutura Necessária: computador, Internet e linha telefônica
Capital de Giro: R$ 3 mil
Taxa de Royalties: Fixa, em 3 patamares:
R$ 148,00 ao mês no primeiro ano
R$ 192,00 ao mês no segundo ano
R$ 248,00 ao mês do terceiro ano em diante
Taxa de Propaganda: não cobra
Número de funcionários – somente o franqueado
Lucratividade: 12 a 13%
Ticket Médio: R$ 4 mil
Faturamento mínimo mensal: R$ 100 mil
Retorno do Investimento: 12 meses
Informações sobre a franquia: www.poltrona1.com.br


quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Como suportar as despesas de fim de ano e ainda ter lucro?

Especialista em redução de custos para empresas dá dicas para sobreviver nesta época de pagamento de 13 º salários, abonos e férias 


Novembro é o mês do pagamento da primeira parcela do 13º salário dos colaboradores e no mês que vem, mais despesas se aproximam, como férias, abonos, gratificações extras e também a hora de rever e renovar diversos contratos com fornecedores. Como sobreviver a tudo isso num ano onde as vendas foram menores do que as de anos anteriores e, ainda assim, contabilizar lucros? O especialista em redução de custos para empresas, Fernando Macedo, da consultoria ERA – Expense Reduction Analysts, Dá algumas dicas para empresários não entrarem em 2016 no vermelho.

“Muitos empresários acreditam que para não ficarem no vermelho, a única solução é o aumento das vendas e, se elas não ocorrem, eles não veem alternativas e acabam recorrendo a financiamentos com altas taxas de juros e, com isso, vão iniciar um ano já no prejuízo. Mas todas as reduções de custos podem ser revertidas diretamente em lucro”, explica Macedo.

Segundo ele, os resultados podem ser melhores se as empresas olharem para suas planilhas de custos dispostas a realizarem mudanças em certos hábitos muitas vezes repetitivos por anos a fio. “A redução de gastos desnecessários no dia a dia das empresas podem fazer a grande diferença na hora de contabilizar os lucros”, explica o especialista.

Macedo acredita que, através da renegociação de contratos de fornecedores, novas cotações para a compra de materiais, com empresas nunca antes consultadas, ou até mesmo, mudanças internas de hábitos viciosos com as equipes de compras, é possível ter um salto no lucro das empresas, mesmo mantendo o mesmo volume de vandas. “É preciso fazer um levantamento dos custos com diversos itens, como serviços de limpeza, compra de suprimentos, logística, energia elétrica, planos de telefonia, remessas, entregas e outras e estar disposto a iniciar novas negociações, seja com os atuais fornecedores ou com novas cotações”. A economia pode chegar, em média, de 20 a 30%, refletindo diretamente no aumento do lucro, afirma o consultor.


Franquia Único Asfaltos lança primeira universidade do asfalto do país


Inaugurada nova sede da franqueadora que conta com estrutura completa de micro usina e laboratório para treinamento dos franqueados


A ÚNICO ASFALTOS – primeira franquia de asfaltos do país – acaba de inaugurar sua nova sede, em São Paulo, com a primeira universidade do asfalto do Brasil. A intenção é levar os novos franqueados para um ambiente que reproduza o funcionamento de uma franquia no dia a dia do negócio. Com dois andares, a estrutura conta com uma micro usina, ensacadeira e laboratório químico que mostra o passo a passo de como produzir o asfalto, que é aplicado a frio – tecnologia inédita da rede, além de todos os procedimentos de treinamento da franquia, que preparam o empreendedor para as áreas comerciais, gestão, administrativas e financeiras.

O Presidente da rede, Jorge Coelho, investiu mais de 750 mil reais na construção do prédio que é referência no treinamento de especialistas na produção asfáltica.  “Além do apoio administrativo, jurídico e comercial, o novo franqueado fará uma imersão de 7 dias, das 8 às 18 horas em um treinamento totalmente específico e técnico e estará totalmente pronto para operar a sua unidade, mesmo que nunca antes tenha operado nenhum outro negócio na área”, afirma Coelho.

Com 25 unidades em operação – 3 próprias e 22 franquias - a Único Asfaltos possui investimento de R$ 264 mil e pode ser instalada numa área a partir de 300 m², com um ticket médio de R$ 12 mil e rentabilidade de 30% para o franqueado. Para este modelo de franquia, o franqueador desenvolveu um equipamento inédito no país - uma usina de asfaltos do tamanho de um carro popular, que prepara o produto para ser utilizado desde pequenas obras, como tapa buracos em condomínios, ruas e pequenas obras, até grandes aplicações, como rodovias, grandes construções e obras públicas de grande porte.

Para os próximos 12 meses, a previsão é a abertura de mais 66 franquias e todos os Estados brasileiros são prioritários. A rede usinou 165 mil toneladas de asfalto no ano passado e obteve um faturamento de R$ 31 milhões.

Ficha técnica – Único Asfaltos
Modelo fabril
Investimento total (com a Taxa de Franquia): R$ 264 mil
Taxa de franquia: R$ 80 mil
Capital de Giro: R$ 46.500 mil
Metragem mínima exigida: 300 m²
Número de funcionários: 2
Taxa de Royalties: 5% sobre o faturamento bruto
Taxa de Propaganda: Isento
Faturamento mínimo mensal: R$ 150 mil
Ticket Médio: R$ 12 mil
Rentabilidade: 30%
Prazo de Retorno do Investimento: 7 meses
Prazo de Contrato: 5 anos

Contato da franquia: www.unicoasfaltos.com.br


Rede de idiomas fatura R$ 16 milhões com 40 franquias

Rede de idiomas fatura R$ 16 milhões com 40 franquias em operação e afirma que o segredo é o método exclusivo
Método que segue o mesmo aprendizado natural do ser humano em todas as línguas – primeiro falar fluentemente e depois escrever – já conquistou mais de 8 mil alunos e vai abrir 94 unidades nos próximos 3 anos


 A PARK IDIOMAS – rede franquias de escolas de inglês, está apostando numa expansão que pretende atingir 94 unidades daqui a 3 anos. Criada a partir de um conceito inédito no setor de ensino de idiomas – a ferramenta japonesa QFD (Quality Function Deployment), que identifica os desejos e receios das pessoas ao aprenderem um novo idioma e fundamentada pela Análise Transacional, que desvenda como  o prazer pode ser desencadeado em sala de aula para estimular o aprendizado, a rede, com apenas 40 lojas em 2014, faturou R$ 16 milhões.

            Com expansão sólida pelos Estados de Minas Gerais, onde já possui 17 unidades, além do Distrito Federal, Bahia, São Paulo e Paraná, a Park Idiomas selecionou ainda mais cidades destes Estados onde está implantando escolas de maneira espiral.

            Devido ao intenso treinamento de franqueados, coordenadores pedagógicos e coordenadores de venda, as escolas da Park Idiomas estão projetadas para as vendas de um grande número de cursos, na maioria para adultos, que não assistem às aulas como na maioria das escolas. As salas de aula mais parecem salas de reuniões, pois possuem uma mesa com cadeiras em volta para que os alunos recebam uma consultoria na conversação do idioma inglês, justamente para que eles ganhem autoconfiança e rapidez no aprendizado. Segundo recente pesquisa da empresa com diversos alunos de várias escolas de idiomas, os alunos da Park apresentaram fluência no inglês 5 vezes mais rápido e com mais autoconfiança do que os demais e em apenas 200 horas de treinamento.

            Mas é na lucratividade do franqueado que está a grande atratividade da Park Idiomas para quem deseja abrir uma franquia da rede. Com 300 alunos, é possível alcançar uma rentabilidade de 30% ao mês, em relação ao faturamento médio mensal, que varia de R$ 50 mil a R$ 90 mil, dependendo da localidade.

Método inédito e exclusivo:
Desenvolvido a partir da ferramenta japonesa para desenvolvimento de produtos inovadores chamada quality function deployment (QFD), o fundadores da Park Idiomas, Eduardo Pacheco e Paulo Arruda conseguiram identificar o que as pessoas desejam de um curso de idiomas. O QFD apontou que, em primeiro lugar, as pessoas desejam falar outro idioma com  autoconfiança. Em segundo lugar, rapidez no aprendizado e, em terceiro lugar, querem sentir prazer ao estudar inglês, já que consideravam as aulas tradicionais muito “chatas.” A partir daí,  o Método Park foi criado e, para responder a essas três necessidades essenciais, ele se baseia, principalmente, nos processos através dos quais os serem humanos aprendem a falar a língua materna, o qual é natural, ou seja, primeiro falando e depois de absorvido o vocabulário é que aprendem a ler e a escrever. “Quando bebês, primeiramente ouvimos e reproduzimos sons, depois disso, associamos os sons a seus significados, conforme nossas experiências de vida e, assim, começamos a formar as frases e a nos comunicarmos. Somente depois, aprendemos a ler e escrever. Além disso, só nos envolvemos com o entendimento da gramática de nossa língua materna depois que já somos adolescentes e já falamos fluentemente”, explica Pacheco.

            A outra ferramenta utilizada para a criação do método é teoria da Análise Transacional, que desencadeia nos alunos a sensação de prazer, porque sacia as fomes psicológicas deles. “A Análise Transacional aponta como nós, seres humanos, sentimos prazeres psicológicos ao nos relacionarmos e saciarmos as nossas fomes psicológicas por estímulo, reconhecimento, estruturação de tempo, acontecimentos novos seguidos, liderança e posição existencial, bases de nosso método de ensino”, completa Pacheco.

Park Idiomas – Ficha técnica
Investimento total: R$ 105 mil a R$ 240 mil
Capital de Giro: R$ 25 mil a R$ 40 mil
Taxa de Franquia: R$ 25 mil
Taxa de Royalties: R$ 2.499,36 fixos mensais
Taxa de Propaganda: 3% sobre o faturamento bruto
Faturamento médio mensal: R$ 50 mil a R$ 90 mil
Ticket médio: R$ 230,00
Lucratividade: 30% ao mês
Retorno do Investimento: até 24 meses
Metragem mínima da franquia: 85 m²
Número de Funcionários: mínimo de 5
Prazo de contrato: 5 anos
Informações sobre a franquia: www.parkidiomas.com.br

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Cookies Natalinos de dar água na boca trazem a tradição americana do Natal para todas as lojas do Mr. Cheney

 Rede de lojas de cookies e delícias típicas americanas lança 6 sabores de cookies natalinos, além de uma mini árvore de cookies glaceados e saquinhos de ginger cookies decorados para presentes


O Natal no Mr. Cheney  - lojas ambientadas para saborear as guloseimas típicas das vovós americanas, onde os clientes podem ver os cookies entrarem no forno e saírem quentinhos - vai resgatar a tradição que muitos países têm de comemorar a data e presentear com doces decorados e feitos com ingredientes especiais. Acaba de chegar em todas as 46 unidades espalhadas por diversas localidades brasileiras 6 sabores de cookies natalinos com receitas inéditas no Brasil de dar água na boca, além de outras delícias para presentes:
Red Velvet Cookie: o famoso bolo americano Red Velvet na versão cookie, todo craquelado com açúcar de confeiteiro e pedaços de chocolate

Glazed Apple Cookie: cokkie incrivelmente macios, com pedaços de maçãs e passas

Lemon Cookie: o delicioso cookie White Chocolate com o azedinho do limão e passado no açúcar de confeiteiro antes de assar

Ginger Cookie: cookie de gengibre e especiarias com chocolate branco

Snickerdoodle: cookie de canela feito com manteiga e açúcar cristal

Salted Caramel Cookie: o já conhecido cookie Double Chocolate recheado com caramelo macio e salpicado com sal marinho. Uma mistura de doce e salgado surpreendente.

Preço de cada cookie: R$ 5,50

Mini Árvore de Cokkies: montada com o sugar cookie, decorado com glacê
Preço: R$ 20,00

Saquinho de mini Ginger Cookies: Aproximadamente 200 gr de mini cookies de gengibre e especiarias com chocolate branco
Preço: R$ 14,00

Para encontrar a loja mais próxima, basta acessar www.mrcheney.com.br



quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Dídio Pizza lança primeira pizza de Whey Protein do Brasil em parceria com Integralmédica®

Novidade é elaborada com massa 100% integral e 32g de whey protein


São Paulo, novembro de 2015 - Pizza depois do treino? Isso mesmo! A Dídio Pizza – rede paulistana de pizzaria delivery -  em parceria com a Integralmédica, empresa pioneira e líder do segmento de suplementos nutricionais, lança a inédita Pizza Fit Whey Protein para que ninguém mais tenha que ficar sem pizza mesmo treinando pesado na academia.

Pensada para surpreender os esportistas, pessoas que se preocupam em manter a boa forma com uma alimentação saudável e em aumentar o consumo de proteína na dieta,  a nova Pizza Fit Whey  é feita com uma combinação de nutrientes que completam os elementos que faltam na dieta do dia a dia e tem a capacidade de promover maior sensação de saciedade, além de contribuir para a manutenção do peso corporal. 

No sabor Abobrinha Fit - recheada de atum, ricota, abobrinha e tomate cereja -, a nova pizza contém 32 g de Whey Protein, misturados na massa, que é 100% integral. Cada fatia possui 4g de Whey Protein.  Para comer sem culpa após o treino ou a prática do esporte. 

Conhecida por lançar sabores diferentes, a Dídio Pizza aposta na parceria com a Integralmédica®, que participou no desenvolvimento do produto, para criar esta inovação que estará no cardápio de todas as 24 unidades da Dídio Pizza, do estado de São Paulo (SP), pelos próximos quatro meses. A Pizza Fit Whey será comercializada em duas versões: 6 fatias (R$ 61,00) e 8 fatias (R$ 68,00).

“Apostamos no novo e acreditamos muito que nosso público vai gostar desse sabor. Não só quem já é consumidor do suplemento Whey, como também nossos consumidores mais tradicionais. A Pizza Whey ficou saborosa e foi desenvolvida para agradar tanto o paladar quanto a balança”, comenta Elídio Biazini, proprietário da rede  Dídio Pizza.

“Temos o DNA da inovação e mais de 30 anos de tradição no mercado de suplementos nutricionais. A nova Pizza Fit Whey tem o nosso selo de qualidade e vai agradar a todos que procuram manter o equilíbrio com uma alimentação saudável, qualidade de vida e bem-estar”, declara Filipe Bragança, CEO da Integralmédica. “A Pizza Fit Whey é mais uma opção para completar a alimentação com um novo momento do consumo de proteína”, completa Filipe.

Sobre a Dídio Pizza
Hoje com 24 unidade em São Paulo, a Dídio Pizza foi fundada em 1993 e sempre apostou em combinações de sabores inusitados e exclusivos, como a Pizza Fondue, Pizza de Panetone e também a exclusiva pizza duble com duas camadas de massa, a Brasileiríssima.  
Além de ser conhecida por oferecer pizzas fartas, com o dobro do recheio das pizzas tradicionais do mercado, a Dídio Pizza já lançou outros sabores campeões e inusitados, entre eles a premiada Marguerita com Pepperoni, a Pizza de Mousse de Maracujá e a Pizza de Panettone no mês de dezembro. A rede possui, ainda, uma linha light de pizzas com massa 100% integral.
A Dídio Pizza funciona todos os dias a partir das 18h00 e basta acessar o site www.didio.com.br para localizar a loja mais próxima e fazer o pedido, que pode inclusive ser pré-agendado para ser entregue no dia e horário que desejar.

Sobre a Integralmédica®
Com mais de 30 anos de tradição e consagrada como uma das maiores autoridades nacionais em pesquisas e desenvolvimento de suplementos nutricionais, a Integralmédica é uma empresa pioneira e líder no mercado brasileiro desta categoria, sempre mantendo a filosofia seguida pelo médico, nutrólogo e expert renomado na América Latina em nutrição esportiva, Dr. Euclésio Bragança, o empreendedor que fundou a companhia em 1983.

A empresa possui hoje uma moderna unidade fabril no estado de São Paulo, além de equipamento e tecnologia de primeiro mundo. São mais de 30 mil m² quadrados, onde uma ampla equipe especializada, formada por engenheiros químicos e de alimentos, médicos, nutricionistas, farmacêuticos, bioquímicos, professores, doutores e profissionais de marketing, atua com o objetivo de oferecer o melhor em nutrição esportiva, com segurança e performance garantidas. A principal meta é potencializar os resultados dos atletas, dos praticantes de atividades físicas em geral e das demais pessoas que necessitam dos benefícios dos suplementos nutricionais, promovendo sempre saúde, bem-estar e qualidade de vida. 

A Integralmédica® oferece um amplo portfólio de suplementos nutricionais, que inclui marcas consagradas como Body Size®, Darkness® e VO2®.



quarta-feira, 18 de novembro de 2015

São José dos Campos é a 7ª cidade mais procurada do Estado para a abertura de franquias segundo pesquisa

Rede de franquias de máquinas de brinquedos e doces, MR KIDS, acaba de negociar 3 pontos em hipermercados de São José para a instalação imediata de franquias para quem tem menos de R$ 20 mil para investir 


A cidade de São José dos Campos já ocupa o 7º lugar no ranking das 10 cidades mais procuradas para abrir uma franquia do Estado de São Paulo. A pesquisa é da Rizzo Franchise, que realiza estudos sobre o mercado de Franchising em toda a América Latina. Hoje, a cidade possui 837 franquias em funcionamento – 125 a mais do que tinha em 2011. O grande potencial do Varejo e o crescimento e desenvolvimento do município são os principais fatores que fizeram com que empreendedores de São José dos Campos decidissem abrir uma franquia localmente.

Pensando justamente neste grande potencial local de empreendedores, o Mr. Kids – rede de franquias de máquinas de brinquedos e doces – que já possui 107 franquias em todo o Brasil – negociou 3 pontos comerciais para quem deseja instalar franquias em São José dos Campos. Um deles é no Wall Mart do Jardim Satélite e os outros dois são no hipermercado Extra (Centro e Colinas). Depois dessas negociações, os franqueados não precisarão se preocupar em procurar locais para a instalação das máquinas para a primeira franquia. “Os supermercados e hipermercados são locais de grande circulação de pessoas, principalmente de crianças acompanhadas dos pais, que costumam pedir moedinhas para retirar as bolinhas, adesivos e doces, garantindo uma rápida receita para os franqueados, logo que eles adquirem a franquia”, comenta Antonio Chiarizzi Junior, diretor da Mr. Kids.

Com um investimento de apenas R$ 18.500 mil (R$ 8 mil a Taxa de Franquia, R$ 9 mil inicialmente para a compra de equipamentos e R$ 1.500,00 para o estoque inicial de produtos), já é possível iniciar o negócio. Iniciando com 9 mil reais de compra de equipamentos o franqueado poderá obter um faturamento de R$ 1.900,00 a R$ 2.200,00, com a aquisição de mais equipamentos poderá ter um faturamento de R$ 2.200,00 até R$ 30.000,00, dependendo do número de máquinas e dos modelos escolhidos pelos franqueados, cujos preços variam de R$ 1.135,00 a R$ 9.670. Mas é na rentabilidade que está o grande retorno: de 25 a 40% sobre o faturamento, uma das maiores do mercado. “Como não cobramos Royalties e não há a necessidade do franqueado ter um ponto comercial nem funcionários, os ganhos são muito interessantes”, completa Chiarizzi.

Mr. Kids – Ficha Técnica
Investimento Total: R$ 19 mil
Taxa de Franquia: R$ 8 mil
Taxa de Royalties: não cobra
Taxa de Propaganda: não cobra
Faturamento médio mensal: de R$ 2.450,00 a R$ 40 mil ou mais
Lucratividade: de 40 a 50%
Número de Funcionários: 0
Retorno do Investimento: 15 meses
Prazo do contrato: 3 anos
Contato da Franqueadora: franquia@mrkids.com.br ou 11 5058-2111


segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Mais uma Dídio Pizza em São Paulo

Rede inaugura sua 26ª unidade no Parque São Domingos e vende mais do que o dobro da meta no primeiro dia


A DÍDIO PIZZA – rede de franquias de pizzarias exclusivamente delivery – acaba de inaugurar sua 26ª loja, desta vez no Parque São Domingos, Zona Oeste da capital paulista.

Com mais esta loja, a DÍDIO PIZZA chega mais perto de sua meta para 2015, que é fechar o ano com a venda de 764 mil pizzas. “Mesmo com a crise, estamos vendendo bastante, uma vez que a tendência do delivery é crescer em momentos de economia difícil. Mesmo com a retração do varejo, tivemos 8% de crescimento em vendas nesse primeiro semestre”, comenta Elídio Biazini, proprietário da Dídio Pizza.

Quem está à frente da nova unidade do Parque São Domingos é o franqueado Fernando Henrique Cabral, de 34 anos, ex-bancário. “Depois de 14 anos trabalhando em instituição financeira, resolvi ir em busca do meu sonho, que era abrir o meu próprio negócio. Pesquisei várias franquias, inclusive outras do ramo de pizzarias, mas como sou fã da pizza da Dídio e foi a empresa que mais me passou segurança, resolvi investir”, conta ele, que é formado em administração de empresas.

A nova loja já vendeu mais do que o dobro da meta logo no primeiro dia de abertura e conta com toda a experiência da franqueadora na panfletagem local para atrair clientes. “Estou bastante satisfeito com os primeiros resultados, estamos seguindo todas as orientações para ter o sucesso desejado na operação”, completa Fernando.

Mais sobre a Dídio Pizza
A Dídio Pizza possui mais de 20 anos de experiência no mercado de Alimentação é a única pizzaria delivery que fornece curso de direção defensiva e de atendimento ao consumidor para os entregadores motorizados, que são admitidos com registro em carteira e todos os benefícios da CLT,  para que possam representar a marca em cada residência ou comércio onde entregam as pizzas. Além disso, é conhecida pelo exagero nos ingredientes das pizzas, cerca de 200 g a mais em comparação a outras do mercado e pelos sabores diferenciados, como a premiada Marguerita com Peperoni,  a pizza de Abobrinha e a parceria com a Nestlé nos sabores doces, com receitas especiais para as pizzas, como a de Brigadeiro e a de Maracujá, entre outras. Além das mais tradicionais, a Dídio Pizza também lançou uma linha light de pizzas com massa 100% integral, voltada ao público preocupado com as calorias.

O investimento para ter uma franquia da Dídio Pizza é de R$ 350 mil, já com a Taxa de Franquia incluída e o franqueado recebe a loja pronta, com todos os equipamentos e mobiliário para começar a trabalhar. O faturamento médio mensal previsto para o primeiro ano de operação é de R$ 70 mil, com uma lucratividade média de 12%.

DÍDIO PIZZA
Unidade Parque São Domingos – São Paulo
Avenida Anastácio, 325
Telefones: 11 3123-2121 /3873-2121
Pedidos online: www.didio.com.br



Curves disponibiliza 6 mil unidades de treinos no Mundo inteiro para mulheres que pretendem viajar nas férias



Rede de circuito de treinos de 30 minutos disponibiliza para alunas unidades de treinos em 84 países 

Presente em 84 países, a CURVES – rede americana de circuito de treinos de 30 minutos – não quer deixar nenhuma aluna que esteja com as malas prontas sem praticar exercícios físicos, por isso, disponibiliza para quem vai passear o “vale viagem” que poderá ser utilizado em qualquer uma das 6 mil unidades espalhadas pelo Mundo.

Disponível em inglês e espanhol, o voucher pode ser retirado na unidade de treinamento e terá uma validade de 20 dias. Durante este período, ela poderá usar o “vale viagem” em qualquer unidade da Curves e sem custo adicional. Após os 20 dias, caso a aluna queira continuar treinando no local, a transferência é automática e sem despesa de matrícula.

Ana Paula Guimarães, 35, é uma aluna assídua e treina na Curves desde 2010. No ano de 2013 fez uma viagem de 7 dias para Argentina e utilizou o benefício de poder treinar fora do Brasil sem qualquer burocracia “no primeiro dia fui apenas conhecer o espaço e no dia seguinte apresentei o “vale viagem” e já comecei a treinar. Como o método é padrão em qualquer lugar do mundo, a continuidade das minhas atividades foram exatamente iguais as do Brasil” afirma Ana Paula.




quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Contém 1g Make-Up prepara internacionalização da marca

A rede de cosméticos vai encerrar este ano com mais 20 novas franquias e prepara sua entrada em mercados internacionais em 2016


Rogério Rubini - Presidente da Contém 1g
A Contém 1g Make-Up está de olho no mercado internacional para expandir sua marca e dar visibilidade aos produtos, que já conquistaram a mulher brasileira, devido aos constantes investimentos em tecnologia de ponta e pesquisas para a área de maquiagens. Países da América Latina, além de Estados Unidos, Europa e até Emirados Árabes estão na mira da empresa, que inicia contatos com diversos investidores interessados na expansão do conceito do Negócio no exterior.

Para Rogério Rubini, presidente da Contém 1g, o momento é propício para negócios e transações internacionais, uma vez que a marca já atingiu a maturidade suficiente com a presença em praticamente todos os Estados Brasileiros. “Queremos internacionalizar o nosso modelo de negócio, com investidores que tenham a pretensão de expandir a rede em outros países e não somente levar nossos produtos”, explica Rubini.

Paralelamente ao processo de internacionalização, que tem início já com a análise de diversas propostas, a rede vai encerrar o ano com mais 20 franquias em operação no Brasil, em diversas cidades do Norte e Nordeste do país e interior do Sul e Sudeste.

A Contém 1g possui, hoje, 190 pontos de venda (129 lojas e 61 quiosques) e faturou R$ 150 milhões em 2014. A previsão de crescimento para este ano é de 5 a 10%.

Ficha técnica – CONTÉM 1g:
Investimento total (loja): a partir de R$ 225 mil
Investimento total (quiosque): a partir de R$ 147 mil
Taxa de franquia: R$ 30 mil (loja) e R$ 15 mil (quiosque)
Taxa de Royalties: 20% já incluídos no valor do produto para ambos (loja e quiosque)
Taxa de Propaganda: 3% sobre o faturamento bruto (loja e quiosque)
Metragem da loja: 30m²
Faturamento médio mensal: R$ 70 mil (loja) e R$ 50 mil (quiosque)
Lucratividade: 12 a 20% (loja e quiosque)
Retorno do investimento: 24 a 36 meses (loja e quiosque)
Média de funcionários por loja: 5
Prazo de contrato: 5 anos (loja) e 2 anos (quiosque)
Informações: www.contem1g.com.br



Único Asfaltos faz sucesso na feira de franquias do Nordeste ao levar usina para stand

A rede de franquias Único Asfaltos criou um clima industrial em seu stand ao levar para feira da ABF a usina que foi projetada para ser o coração da franquia.

A rede de franquias Único Asfaltos, participou pela primeira vez da feira da ABF no nordeste e aproveitou todas as oportunidades de negócios ao levar para seu stand a grande estrela das operações das unidades: a usina que fabrica asfalto e que acompanhará os futuros franqueados nos próximos 5 anos.


A presença da usina no stand rendeu muitas visitas de candidatos à franquia, já que naquele momento foi possível entender como a operação da rede funciona. “A nossa intenção ao levar a usina para dentro da feira foi tornar tangível a experiência do futuro franqueado de produzir asfalto. Sim, ele vai fazer asfalto!” afirma Jorge Coelho, presidente da rede.

Com 25 unidades em operação – 3 próprias, 22 franquias, a Único Asfaltos participa da 5ª edição da feira com a intenção de popularizar o uso do asfalto na região mais promissora do País.

A rede possui um modelo de negócio fabril, cujo investimento é de R$ 264 mil, numa área de 300 m² e pode ser operada com apenas dois funcionários - “criamos o asfalto instantâneo, mistura asfáltica para qualquer tipo de uso e tamanho de obra, pensado para fazer o emergencial, popularizando o uso do asfalto”, explica Coelho.

O novo plano de expansão da rede prevê a abertura de mais 66 franquias no prazo de 1 ano e todos os estados do Norte e Nordeste são prioritários para a rede  que  usinou 165 mil toneladas de asfalto no ano de 2014 e obteve um faturamento de R$ 31 milhões.

Com uma rentabilidade de 30% para o franqueado e a inexistência de uma concorrência direta no mercado, Jorge Coelho afirma que em poucos anos a Único Asfaltos estará presente em todos estados brasileiros.

Ficha técnica – Único Asfaltos
Modelo fabril
Investimento total (com a Taxa de Franquia): R$ 264 mil
Taxa de franquia: R$ 80 mil
Capital de Giro: R$ 46.500 mil
Metragem mínima exigida: 300 m²
Número de funcionários: 2
Taxa de Royalties: 5% sobre o faturamento bruto
Taxa de Propaganda: Isento
Faturamento mínimo mensal: R$ 150 mil
Ticket Médio: R$ 12 mil
Rentabilidade: 30%
Prazo de Retorno do Investimento: 7 meses
Prazo de Contrato: 5 anos

Contato da franquia: www.unicoasfaltos.com.br

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Franquia de asfaltos leva usina para a feira da ABF em Pernambuco

A Único Asfalto cria um clima industrial em seu stand ao levar para feira da ABF a usina de asfalto que foi projetada para ser o coração da franquia


A rede de franquias Único Asfaltos participa pela primeira vez da feira da ABF no nordeste e pretende aproveitar todas as oportunidades de negócio, por isso, levou para dentro do evento, para ser instalado em seu stand a grande estrela do principal modelo de negócio: a usina que fabrica asfalto e que acompanhará os futuros franqueados nos próximos 5 anos.

Com 25 unidades em operação – 3 próprias, 22 franquias, a Único Asfaltos participa da 5ª edição da feira com a intenção de popularizar o uso do asfalto na região mais promissora do País.

A Único Asfaltos possui um modelo de negócio fabril, cujo investimento é de R$ 264 mil, numa área de 300 m² e pode ser operada com apenas dois funcionários - “criamos o asfalto instantâneo, mistura asfáltica para qualquer tipo de uso e tamanho de obra, pensado para fazer o emergencial, popularizando o uso do asfalto”, explica Jorge Coelho, Presidente da Rede.

O novo plano de expansão da rede prevê a abertura de mais 66 franquias no prazo de 1 ano e todos os Estados do Norte e Nordeste são prioritários para a rede  que  usinou 165 mil toneladas de asfalto no ano de 2014 e obteve um faturamento de R$ 31 milhões.

Com uma rentabilidade de 30% para o franqueado e a inexistência de uma concorrência direta no mercado, Jorge Coelho afirma que em poucos anos a Único Asfaltos estará presente em todos estados brasileiros.

Ficha técnica – Único Asfaltos

Modelo fabril
Investimento total (com a Taxa de Franquia): R$ 264 mil
Taxa de franquia: R$ 80 mil
Capital de Giro: R$ 46.500 mil
Metragem mínima exigida: 300 m²
Número de funcionários: 2
Taxa de Royalties: 5% sobre o faturamento bruto
Taxa de Propaganda: Isento
Faturamento mínimo mensal: R$ 150 mil
Ticket Médio: R$ 12 mil
Rentabilidade: 30%
Prazo de Retorno do Investimento: 7 meses
Prazo de Contrato: 5 anos

Contato da franquia: www.unicoasfaltos.com.br


Serviço: ABF Franchising Expo Nordeste 2015
Quando: De 03 a 6 de novembro – das 16h às 22 h
Onde: Av. Governador Agamenon Magalhães, s/n - Salgadinho
Olinda - PE, Brasil
CEP: 53111-110
Tel.: (81) 3182-8000
www.cecon.pe.gov.br

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

No Halloween do Mr Cheney quem for fantasiado e comprar qualquer produto ganha um delicioso cookie monster

Rede de franquias de cookies tipicamente americanos enfeita as lojas para o dia do halloween e aguarda clientes fantasiados para a comemoração 


O dia 31 de outubro é uma data tipicamente americana, igualzinha aos cookies do Mr Cheney e para não passar em branco o dia em que muitos precisam escolher entre um doce ou uma travessura, a rede prepara uma surpresa temática, já que todas as lojas foram ambientadas para a comemoração.

O cliente que visitar qualquer unidade do Mr Cheney devidamente fantasiado e comprar algum produto ganhará um cookie monster de presente. 

Veja no site do Mr Cheney a unidade mais próxima de você www.mrcheney.com.br 

Tudo começou numa missão mórmon
  O Mr. Cheney tem este nome depois que um americano, chamado Jay Cheney, veio ao Brasil numa missão mórmon e conheceu Lindolfo Paiva, que estava servindo na mesma missão no sul do país. Anos mais tarde, após nova visita ao Brasil, o americano contou que era gerente de uma loja de cookies nos Estados Unidos (um cookieman, como são chamados lá) e ensinou a receita original do cookie americano e seus segredos. Lindolfo e sua esposa começaram a fazer cookies de maneira caseira primeiramente, mas o sucesso foi tanto, que muita gente conhecida queria comprá-los. Ao comentar isso com seu amigo americano, Jay Cheney voltou ao Brasil e ajudou Lindolfo a montar a primeira loja na Zona Norte, que foi batizada de Mr. Cheney por Lindolfo para homenagear o amigo. Até hoje, quando um americano experimenta os cookies do Mr. Cheney os comentários são sempre os mesmos: “vocês deveriam abrir lojas nos EUA, porque nem mesmo lá comemos cookies tão saborosos como estes”.

Mix de produtos
O carro-chefe do Mr. Cheney é o cookie, com 10 versões de sabores, que representam 70% das vendas da rede e custam R$ 5 cada.
Outras delícias doces tipicamente americanas: brownie, cinnamon rolls (enrolados de canela, feitos de pão doce, com cobertura de cream cheese), mini apple pie (tortinhas de maçã individuais), cheesecake, american pancakes with mapple syrup (panquecas servidas quentes com cobertura de manteiga e xarope de mapple ou leite condensado), cookie ice montain (o cookie preferido com uma bola de sorvete de baunilha em cima e calda de caramelo ou chocolate). Os salgados ficam por conta dos turkey & ham rolls, que são pães salgados em forma de rocambole nos sabores mussarela, presunto ou peito de peru, servidos quentes com molho de requeijão. Entre as bebidas estão os famosos shakes, em 3 versões, os frappés e vários tipos de cafés e achocolatados. Complementam o mix produtos para viagem ou presentes, como os biscoitos de gengibre (famosos bonequinhos americanos), e caixas para presentes com mini cookies ou big cookies personalizados.



FRANQUIA MR CHENEY – Ficha técnica:
Investimento total (com a Taxa de Franquia incluída): R$ 250 mil a R$ 280 mil
Capital de Giro: R$ 10 mil
Taxa de Franquia: R$ 43 mil
Taxa de Royalties: 5% sobre o faturamento bruto
Metragem média das unidades: de 20 a 35 m²
Número mínimo de funcionários: 5
Faturamento médio mensal: R$ 45 mil
Lucratividade: entre 12% e 25%
Prazo de contrato: 5 anos



segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Empresário larga a Engenharia Civil para se tornar Engenheiro de calçados e cria rede que já fatura R$ 25 milhões

Breno Bulus, formado em Engenharia Civil, larga a profissão aos 25 anos para se dedicar à idealização de calçados com design totalmente diferenciado e à construção de uma marca sem concorrência, a Outer Shoes, que já conta com 22 lojas.


Formado em Engenharia Civil no Rio de Janeiro, Breno Bulus tinha dificuldade de comprar calçados que satisfizessem seu gosto. Procurava por sapatos confortáveis e, ao mesmo tempo, contemporâneos, com design arrojado, sem seguir uma tendência de moda e, sim, um estilo urbano e alternativo. Aos 25 anos, resolveu deixar de ser Engenheiro Civil, mas se apaixonou por outra Engenharia: a de criar calçados modernos para para homens e mulheres de bom gosto que buscam, ao mesmo tempo, sofisticação e simplicidade.

Em 2005, depois de criar o conceito da marca, Breno abriu sua primeira loja da OUTER SHOES, sem imaginar que o negócio daria tão certo, que, 10 anos depois, já teria uma rede de 22 lojas e um faturamento anual de R$ 25 milhões. Até hoje, ele faz questão de participar do desenvolvimento de todas as coleções que são lançadas e acompanha de perto o treinamento dos funcionários e o processo de abertura de novas lojas. “Quando criei a Outer Shoes, sentia falta como consumidor de calçados que, ao mesmo tempo, fossem confortáveis, de bom gosto e que tivessem um estilo próprio, longe da mesmice deste varejo”, explica o empresário.

A primeira franquia foi aberta em 2010 por um funcionário da empresa que resolveu apostar no negócio. Um ano depois, o sucesso foi tão grande que ele mesmo abriu a segunda franquia da rede. Foi aí que Breno visualizou sua “Engenharia” como rede e formatou a empresa para ser uma franqueadora e expandir por várias localidades do país.

A Engenharia de Breno porém, não se restringiu apenas a criar calçados diferenciados. A criação do conceito das lojas é único no mercado. “São lojas compactas, porém sofisticadas, com elementos simples da natureza que remetem ao conceito de um jardim urbano e que faturam, em média, R$ 150 mil ao mês”, completa Breno.


Outer. – Ficha Técnica
Investimento total (incluindo a Taxa de Franquia): R$ 330 mil
Capital de Giro: R$ 120 mil
Taxa de Franquia: R$ 40 mil
Taxa de Royalties: 30% sobre compras
Taxa de Propaganda: não cobra
Metragem mínima das lojas: 30m²
Número de funcionários por loja: 10
Ticket Médio: R$ 300,00
Faturamento médio mensal: R$ 150 mil
Lucratividade: 14%
Prazo de retorno do investimento: 24 meses
Prazo de contrato: 5 anos
Informações da franquia: www.outershoes.com.br


Único Asfaltos participa pela primeira vez da feira ABF Franchising Expo Nordeste


Franquia de Asfaltos cria um mercado totalmente inexplorado no país e leva para a 5ª edição da feira da ABF no Nordeste modelo de franquia fabril 

Com 18 unidades em operação – 3 próprias, 15 franquias, a Único Asfaltos participa pela primeira vez da feira da 5ª edição da Feira de franquias da ABF no Nordeste e deseja popularizar o uso do asfalto na região mais promissora do País.


A rede leva para o evento um modelo de negócio fabril, cujo investimento é de R$ 264 mil, numa área de 300 m² e pode ser operada com apenas dois funcionários -  “Vamos popularizar o uso de asfalto e torná-lo mais acessível para obras de todos os portes. Criamos um asfalto que pode ser estocado e aplicado em qualquer quantidade, até na chuva para facilitar as reparações emergenciais e pavimentações interioranas. Hoje, a maioria das obras públicas em prefeituras, concessionárias de rodovias, departamentos de água e esgoto precisam de soluções rápidas e eficientes, mas ainda perdem muito tempo com licitações e concorrências para adquirir produtos com limitações operacionais, criados com o objetivo de atender demandas rodoviárias de grande porte”, explica  Jorge Coelho, Presidente da Rede.

A atração principal do stand da Único Asfaltos será a usina que será montada para que os futuros franqueados possam conhecer a máquina que irá acompanhá-los nos próximos 5 anos “fizemos questão de trazer a usina para a feira justamente para que todos possam conhecer de perto o coração da franquia”afirma Jorge.

O novo plano de expansão da Único Asfaltos prevê a abertura de mais 66 franquias no prazo de 1 ano e todos os Estados do Norte e Nordeste são prioritários para a rede  que  usinou 165 mil toneladas de asfalto no ano de 2014 e obteve um faturamento de R$ 31 milhões.

Com uma rentabilidade de 30% para o franqueado e a inexistência de uma concorrência direta no mercado, Jorge Coelho afirma que em poucos anos a Único Asfaltos estará presente em todos Estados brasileiros.

Ficha técnica – Único Asfaltos

Modelo fabril
Investimento total (com a Taxa de Franquia): R$ 264 mil
Taxa de franquia: R$ 80 mil
Capital de Giro: R$ 46.500 mil
Metragem mínima exigida: 300 m²
Número de funcionários: 2
Taxa de Royalties: 5% sobre o faturamento bruto
Taxa de Propaganda: Isento
Faturamento mínimo mensal: R$ 150 mil
Ticket Médio: R$ 12 mil
Rentabilidade: 30%
Prazo de Retorno do Investimento: 7 meses
Prazo de Contrato: 5 anos

Contato da franquia: www.unicoasfaltos.com.br


Serviço: ABF Franchising Expo Nordeste 2015
Quando: De 03 a 6 de novembro – das 16h às 22 h
Onde: Av. Governador Agamenon Magalhães, s/n - Salgadinho
Olinda - PE, Brasil
CEP: 53111-110
Tel.: (81) 3182-8000
www.cecon.pe.gov.br

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Ortodontic Center fala de negócios no I Congresso Londrinense de Odontologia


Dr. Fernando Massi, fundador da rede Ortodontic Center, conta sua experiência como empreendedor no dia 29 às 20h


Com o tema “Como fazer da Odontologia um negócio rentável”, Dr. Fernando Massi, proprietário da rede Ortodontic Center, que nasceu em Londrina há 13 anos, leva para o I Congresso Londrinense de Odontologia toda sua experiência como empreendedor e fala sobre a experiência de ter um negócio rentável na área da saúde. A palestra está marcada para o dia 29, às 20h, no Hotel Sumatra.

Fundada em 2002 em Londrina, a Ortodontic Center nasceu da experiência de seus fundadores Fernando Massi, Ana Lúcia Massi, Claudia Consalter e Edmilson Pelarigo, todos eles colegas na faculdade de odontologia.  Depois de formados e com consultórios próprios, eles viram que não conseguiriam crescer muito mesmo aumentando o número de atendimentos. Começaram a pensar em uma forma de melhorar os negócios quando desenvolveram um “know how” para vender Ortodontia. Estava criada a Ortodontic Center que logo começou o processo de expansão que hoje conta com 133 unidades em 19 Estados do Brasil.

“Quero mostrar para os estudantes e novos dentistas um pouco da nossa experiência e o que aprendemos sobre o negócio em si nesses anos todos. Temos uma rede consolidada e que só cresce. Em minha palestra quero mostrar como é possível ter muito sucesso e alta rentabilidade com a Odontologia”, comenta Dr. Fernando Massi.

Sobre o evento
As atividades do I Congresso Londrinense de Odontologia são voltadas para estudantes de Odontologia da UEL, Unopar, UEM, UEPG, UFPR, USP, dentre outras instituições de ensino. E também a cirurgiões-dentistas de Londrina e região e técnicos de higiene bucal. O Congresso contará com a participação de especialistas renomados, a fim de apresentar os avanços ocorridos a partir de importantes pesquisas, por meio de palestras, workshop e apresentações de painéis. O evento tem por finalidade difundir e compartilhar novidades e avanços científicos e contribuir, de forma significativa, para a formação dos acadêmicos, bem como demais profissionais da área.

Serviço:
Onde: Hotel Sumatra – Londrina PR
Quando: 28,29 e 30/10/2015
Horário: 07:30 às 20:00h



Único Asfaltos participa da BW Expo 2015 – feira internacional de tecnologias a serviço do meio ambiente e propõe a “Ação Verde” para produção de asfalto.


 A rede de franquias Único Asfaltos participa do evento sobre sustentabilidade e propõem transformar resíduos industriais em mistura asfáltica. 

 A rede de franquias Único Asfaltos participa pela primeira vez em São Paulo, nos dias 20, 21 e 22 de outubro, da feira BW – evento  de tecnologia a serviço do meio ambiente e deseja replicar a “ação verde” que já é realizada na produção do asfalto.

Com 18 unidades em operação – 15 franquias e 3 próprias, a Único Asfaltos leva para feira a experiência da rede em transformar resíduos de construção civil, agregados siderúrgicos e pó de pneu inservível em mistura asfáltica ecológica.“Foram anos investidos em prática e laboratório junto com colaboradores como a Escola Politécnica da USP para a utilização dos resíduos como matéria prima para a produção do asfalto. Vamos replicar a boa experiência.” Afirma Jorge Coelho, presidente da Único Asfaltos.

O negócio:
A rede leva para o evento um modelo de franquia fabril, cujo investimento é de R$ 264 mil, numa área de 300 m² e pode ser operada com apenas dois funcionários. Para este modelo de negócio, o franqueador desenvolveu um equipamento, que é uma micro usina de asfaltos, muito menor que a convencional, do tamanho de um carro popular, enquanto a usina tradicional pode ser do tamanho de vários caminhões. A franquia possui um ticket médio de R$ 12 mil e rentabilidade de 30% para o franqueado.

“Vamos popularizar o uso de asfalto ecológico e torná-lo mais acessível para obras de todos os portes. Criamos um asfalto que pode ser estocado e aplicado em qualquer quantidade, até na chuva para facilitar as reparações emergenciais e pavimentações interioranas oferecendo qualidade rodoviária. Solução rápida, mais barata e permanente”, explica Coelho.

O novo plano de expansão da Único Asfaltos prevê a abertura de mais 66 franquias nos próximos 12 meses. Em 2014 a rede usinou 165 mil toneladas de asfalto e obteve um faturamento de R$ 31 milhões.



Ficha técnica – Único Asfaltos

Modelo fabril
Investimento total (com a Taxa de Franquia): R$ 264 mil
Taxa de franquia: R$ 80 mil
Capital de Giro: R$ 46.500 mil
Metragem mínima exigida: 300 m²
Número de funcionários: 2
Taxa de Royalties: 5% sobre o faturamento bruto
Taxa de Propaganda: Isento
Faturamento mínimo mensal: R$ 150 mil
Ticket Médio: R$ 12 mil
Rentabilidade: 30%
Prazo de Retorno do Investimento: 7 meses
Prazo de Contrato: 5 anos
Contato da franquia: www.unicoasfaltos.com.br




Serviço: BW Expo
Quando: De 20 a 22 de outubro
Onde: Centro de Eventos Pro Magno
Rua Samaritá, 230 Casa Verde – São Paulo / SP.
Site: www.bwexpo.com.br

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Como suportar as despesas de fim de ano e ainda ter lucro?


Especialista em redução de custos para empresas dá dicas para sobreviver nesta época de pagamento de 13 º salários, abonos e férias 



Novembro é o mês do pagamento da primeira parcela do 13º salário dos colaboradores e no mês que vem, mais despesas se aproximam, como férias, abonos, gratificações extras e também a hora de rever e renovar diversos contratos com fornecedores. Como sobreviver a tudo isso num ano onde as vendas foram menores do que as de anos anteriores e, ainda assim, contabilizar lucros? O especialista em redução de custos para empresas, Fernando Macedo, da consultoria ERA – Expense Reduction Analysts, Dá algumas dicas para empresários não entrarem em 2016 no vermelho.

“Muitos empresários acreditam que para não ficarem no vermelho, a única solução é o aumento das vendas e, se elas não ocorrem, eles não veem alternativas e acabam recorrendo a financiamentos com altas taxas de juros e, com isso, vão iniciar um ano já no prejuízo. Mas todas as reduções de custos podem ser revertidas diretamente em lucro”, explica Macedo.

Segundo ele, os resultados podem ser melhores se as empresas olharem para suas planilhas de custos dispostas a realizarem mudanças em certos hábitos muitas vezes repetitivos por anos a fio. “A redução de gastos desnecessários no dia a dia das empresas podem fazer a grande diferença na hora de contabilizar os lucros”, explica o especialista.

Macedo acredita que, através da renegociação de contratos de fornecedores, novas cotações para a compra de materiais, com empresas nunca antes consultadas, ou até mesmo, mudanças internas de hábitos viciosos com as equipes de compras, é possível ter um salto no lucro das empresas, mesmo mantendo o mesmo volume de vandas. “É preciso fazer um levantamento dos custos com diversos itens, como serviços de limpeza, compra de suprimentos, logística, energia elétrica, planos de telefonia, remessas, entregas e outras e estar disposto a iniciar novas negociações, seja com os atuais fornecedores ou com novas cotações”. A economia pode chegar, em média, de 20 a 30%, refletindo diretamente no aumento do lucro, afirma o consultor.


Curves promove caminhada do Outubro Rosa

Em parceria com a FEMAMA – Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio a Saúde da Mama, a Curves promove caminhada do Outubro Rosa e reverte parte das vendas de camisetas para instituição


A Curves – rede de circuitos de treinos de 30 minutos, promove em parceria com a FEMAMA nos dias 24 e 25 de outubro, caminhada em homenagem ao Outubro Rosa e todo valor arrecadado com as vendas das camisetas que custam R$35 + 10 cashes ou R$45, será revertido para a instituição.

Todas as unidades do Brasil farão a caminhada e em São Paulo o ponto de largada será no Parque do Ibirapuera, no Portão 4, às 9 horas da manhã, tendo como percurso todo o parque. 

Foram vendidas mais de 2 mil camisetas e além da doação, a Curves irá apoiar a divulgação nacional da campanha da FEMAMA deste ano que tem o tema “Para todas as Marias”, que abre discussão sobre o direito de acesso aos tratamentos mais adequados para todas as pacientes com câncer de mama metastático.
O método Curves foi criado por Gary Heavin, um americano que perdeu a mãe devido a problemas decorrentes da hipertensão e sentiu a necessidade de conscientizar outras mulheres a cuidarem mais da saúde. Após uma série de pesquisas, ele criou um circuito, com aparelhos hidráulicos desenvolvidos exclusivamente para a anatomia feminina, que reúnem exercícios aeróbicos e fortalecimento muscular em apenas 30 minutos, 3 vezes por semana.

Por serem equipamentos hidráulicos, que não dependem de acréscimo de pesos e, sim, da evolução dos exercícios para cada aluna individualmente, as alunas da Curves não correm o risco de terem lesões e trabalham todos os músculos do corpo de uma só vez.


quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Comédia que retrata o stress urbano reestreia dia 02/10 no Teatro Augusta


"Uma questão de tempo" - Comédia que retrata o stress urbano reestreia no Teatro Augusta

Comédia que brinca com a nossa eterna falta de tempo na cidade grande estreia no próximo dia 02 de outubro 


Perda de tempo no trânsito, a angústia de correr contra o tempo no dia a dia, as irritações de quem precisa conviver com guardadores de carros, o stress do transporte público, a falta de tempo entre os casais e muitas outras situações do desafio de viver numa grande cidade como São Paulo são retratadas em 9 cenas da peça Uma questão de tempo, que retorna ao Teatro Augusta no próximo dia 2 de outubro.

Com dramaturgia de Alberto Guiraldelli e direção de Mônica Granndo, a peça Uma questão de tempo foi escrita a partir das angústias do próprio elenco no seu dia a dia, com a intenção de fazer o público rir do próprio stress. A peça é composta de histórias que tem como fio condutor a relação do ser humano com o tempo. Tempo para relaxar, a linha do tempo de um casal, perda de tempo no trânsito e as mil e uma coisas para se fazer antes de morrer. “Pretendemos mostrar, de forma bem humorada, a angústia do homem contemporâneo por não conseguir lidar com o tempo, afinal em nenhum outro momento da história o homem controlou tanto e teve tantas tecnologias a seu favor. Ironicamente, o tempo, parece correr acelerado contra a nossa vontade”, diz uma das atrizes do elenco, Renata Mazzei.

A peça fica em cartaz de 02 a 25 de Outubro, às sextas (21h30), sábados ( 21h00) e domingos (19h00), na Sala Experimental do Teatro Augusta. O elenco é formado por Christiane Lopes, Renata Mazzei, Lucas De Lucca e Carlos César de Sousa.


“UMA QUESTÃO DE TEMPO”
Texto: Alberto Guiraldelli
Direção de Mônica Granndo
Gênero: Comédia
Elenco: Christiane Lopes, Renata Mazzei, Lucas De Lucca e Carlos César de Sousa
Duração: 85 minutos
Recomendação: 12 anos
Local: Teatro Augusta – Sala Experimental (Rua Augusta, 943 – Cerqueira César)
De 02 a 25 de outubro – sextas 21h30, sábados 21h00 e domingos 19h00
Ingressos: R$ 50,00 (Estudantes, maiores de 60 anos e classe teatral têm 50% de desconto).
Aceita todos os cartões de crédito.
Telefone: (11) 3151-4141
Vendas pelo sistema ingresso rápido pelo telefone 4003-1212 ou site www.ingressorapido.com.br

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Park Idiomas participa da 6º edição da Feira Campinas Franchising Business e foca a expansão no interior do Estado de São Paulo


Com o objetivo de se aproximar dos Investidores que estão em busca de novos negócios, a Park Idiomas aproveita o bom momento do setor de educação e treinamento para levar 19 unidades à Campinas.

A Região de Campinas é o grande alvo para a expansão da Park Idiomas – rede de franquias de escolas de inglês, que já possui 40 unidades em diversas localidades, 17 delas só no Estado de Minas Gerais.  Além da cidade de Campinas, outros 13 municípios estão na mira da rede para a instalação de novas franquias da marca: Americana, Amparo, Cosmópolis, Hortolândia, Indaiatuba, Itabira, Limeira, Mogi Guaçu, Mogi Mirim, Paulínia, Sta. Bárbara, Sumaré e Valinhos.

Segundo recente pesquisa da Rizzo Franchise, empresa de consultoria que realiza pesquisas sobre o mercado das franquias de todo o Brasil, o Franchising em Campinas gerou mais de R$ 4,3 bilhões no ano passado e 62 mil novos empregos diretos. O estudo apontou que todas as 95 empresas campineiras que expandem por meio de franquias possuem, juntas, uma rede de 6 mil varejos em funcionamento em várias localidades do país. Os 5 setores que mais possuem franquia na cidade são: Fast Food, Educação & Treinamento, Negócios & Serviços, Alimentação Especializada e Saúde & Beleza.

No ano passado, a Park Idiomas faturou R$ 16 milhões e a previsão para 2015 é um crescimento de 18%. Um dos grandes diferenciais da rede é a alta lucratividade do franqueado, que é uma das maiores do mercado de ensino de idiomas e um dos fatores que mais têm atraído novos investidores segundo Eduardo Pacheco, presidente da empresa. “Com 300 alunos, é possível alcançar uma rentabilidade de 30% ao mês, em relação ao faturamento médio mensal, que varia de R$ 50 mil a R$ 90 mil, dependendo da localidade”, explica ele.

Método inédito e exclusivo:
Desenvolvido a partir da ferramenta japonesa para desenvolvimento de produtos inovadores chamada quality function deployment (QFD), o fundadores da Park Idiomas, Eduardo Pacheco e Paulo Arruda conseguiram identificar o que as pessoas desejam de um curso de idiomas. O QFD apontou que, em primeiro lugar, as pessoas desejam falar outro idioma com autoconfiança. Em segundo lugar, rapidez no aprendizado e, em terceiro lugar, querem sentir prazer ao estudar inglês, já que consideravam as aulas tradicionais muito “chatas.” A partir daí,  o Método Park foi criado e, para responder a essas três necessidades essenciais, ele se baseia, principalmente, nos processos através dos quais os serem humanos aprendem a falar a língua materna, o qual é natural, ou seja, primeiro falando e depois de absorvido o vocabulário é que aprendem a ler e a escrever. “Quando bebês, primeiramente ouvimos e reproduzimos sons, depois disso, associamos os sons a seus significados, conforme nossas experiências de vida e, assim, começamos a formar as frases e a nos comunicarmos. Somente depois, aprendemos a ler e escrever. Além disso, só nos envolvemos com o entendimento da gramática de nossa língua materna depois que já somos adolescentes e já falamos fluentemente”, explica Pacheco.
A outra ferramenta utilizada para a criação do método é teoria da Análise Transacional, que desencadeia nos alunos a sensação de prazer, porque sacia as fomes psicológicas deles. “A Análise Transacional aponta como nós, seres humanos, sentimos prazeres psicológicos ao nos relacionarmos e saciarmos as nossas fomes psicológicas por estímulo, reconhecimento, estruturação de tempo, acontecimentos novos seguidos, liderança e posição existencial, bases de nosso método de ensino”, completa Pacheco.


Park Idiomas – Ficha técnica
Investimento total: R$ 105 mil a R$ 240 mil
Capital de Giro: R$ 25 mil a R$ 40 mil
Taxa de Franquia: R$ 25 mil
Taxa de Royalties: R$ 2.499,36 fixos mensais
Taxa de Propaganda: 3% sobre o faturamento bruto
Faturamento médio mensal: R$ 50 mil a R$ 90 mil
Ticket médio: R$ 230,00
Lucratividade: 30% ao mês
Retorno do Investimento: até 24 meses
Metragem mínima da franquia: 85 m²
Número de Funcionários: mínimo de 5
Prazo de contrato: 5 anos
Informações sobre a franquia: www.parkidiomas.com.br



Serviço Campinas Franchising Business 2015
Quando: 21 e 22 de setembro
Onde: Royal Palm Plaza - Casa de Campo
Av. Royal Palm Plaza, nº 277 - Jd Nova Califórnia
Campinas/SP CEP 13.051-092 - Brasil
www.royalpalm.com.br



quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Dídio Pizza se antecipa à crise e renegocia preços com todos os fornecedores da rede para não reajustar produtos

Rede de pizzarias delivery chamou todos os fornecedores de matérias primas e conseguiu redução de até 8% nos insumos para manter os preços ao consumidor e não sofrer com a queda nas vendas


Diferentemente de muitas redes de varejo que agora precisam driblar a crise e a queda nas vendas, a  DÍDIO PIZZA – rede de franquias de pizzarias exclusivamente delivery, que possui 24 unidades – se preparou para manter seu faturamento – e até crescer – nesta época. No início deste ano, o proprietário da rede, Elídio Biazini, chamou um por um de seus fornecedores de matérias primas e pediu redução de custos. O resultado foi uma média de 8% a menos nas compras e um crescimento de 9% no faturamento, mesmo em época de crise.
 
Elídio Biazini
“Nenhum fornecedor foi deixado de lado. Desde empresas que nos fornecem a matéria prima e insumos para a produção das pizzas, até aquelas de materiais de limpeza e serviços gráficos. Aqueles que não conseguiram reduzir os valores, se comprometeram a não reajustar os preços, no mínimo por 6 meses”, explica Biazini.
E o resultado foi surpreendente: com preços menores, a rede de pizzarias que hoje conta com 24 unidades, não precisou reajustar os preços das pizzas, como a maioria.

Mesmo com a divulgação dos números da Associação das pizzarias de São Paulo, que apontou uma queda de 17% nas vendas, a Dídio Pizza conseguiu crescer. “Não crescemos como esperávamos, mas aumentamos nosso faturamento aproveitando para fazer promoções casadas de produtos e todo mundo ganhou: fornecedores, franqueados e o próprio consumidor, que não deixou de comer pizza”, acrescenta o empresário.

Ainda Biazini, as vendas do setor de delivery costumam aumentar em época de crise justamente porque as pessoas saem menos de casa para consumir em restaurantes, por exemplo. “Para sair de casa, as pessoas levam em consideração o custo do combustível, o estacionamento e as refeições, que normalmente têm o custo adicional de 10% na conta e por isso, acabam pedindo comida em casa mesmo”, conclui.


Franquia de “Caçadores de Gastos” é boa oportunidade na crise

Ganhar dinheiro reduzindo gastos nas empresas é um bom negócio para quem quer empreender sem correr o risco de ter queda nas vendas com o próprio negócio

Algumas pessoas que estão pensando em investir no próprio negócio, podem estar receosas com a crise que assola o varejo, trazendo queda nas vendas. Mas existem oportunidades que elevam os lucros justamente em períodos como esses. Um exemplo disto, é a ERA – Expense Reduction Analysts, uma franquia home based que realiza análises nas empresas para ver quais são os gastos que podem ser reduzidos, sem que o cliente pague nada por isso. O ganho dos franqueados é 50% de todos os gastos que eles conseguirem reduzir.

A franquia faz uma análise de todos os gastos das empresas com seus fornecedores, fixos ou não, e implanta um projeto de redução de diversos itens, como compra de materiais, contratos com fornecedores e até no cafezinho diário, entre outros. Segundo Fernando Macedo, Master franqueado da ERA no Brasil, é justamente quando é preciso reduzir ainda mais as despesas das empresas, que os franqueados ganham mais. “Em época de crise, qual empresário não quer reduzir gastos sem ter que pagar por esse serviço de consultoria?”, indaga Macedo, que espera um aumento de 20% no faturamento este ano.

Para investir numa franquia da ERA são necessários R$ 125 mil. Neste valor, está incluído todo o treinamento, que é realizado na Inglaterra e os franqueados, que preferencialmente devem ter um perfil de executivos ou profissionais liberais, se tornarão consultores de redução de gastos, estando aptos a prestar serviços para empresas de todos os portes. O faturamento médio mensal da franquia é de R$ 15 a R$ 20 mil.

Ficha Técnica – ERA – EXPENSE REDUCTION ANALYSTS 
Investimento total: R$ 125 mil (já incluída a taxa de franquia)
Taxa de Franquia: R$105 mil
Taxa de Royalties: 18% sobre o faturamento bruto
Taxa de Propaganda: 2% sobre o faturamento bruto
Capital de Giro: não exige
Número de funcionários: não necessita
Faturamento médio mensal: R$ 15 a 20 mil
Tempo de contrato: 10 anos
Informações sobre a franquia: www.expensereduction.com.br

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Outer Shoes chega a Porto Alegre e abre primeira loja no Barra Shopping Sul

A partir de agora, os gaúchos terão a oportunidade de conhecer os calçados alternativos e diferenciados que têm feito sucesso em várias localidades do país e trazem um conceito totalmente inovador para quem quer conforto e sofisticação  
 


A OUTER. – rede de franquias de calçados femininos e masculinos com 21 lojas, que criou um conceito totalmente diferenciado para os produtos, sendo referência entre as pessoas modernas que buscam sofisticação e ao mesmo tempo simplicidade – acaba de inaugurar sua primeira loja no Barra Shopping Sul .

Com lojas sofisticadas, porém com elementos simples e da natureza que remetem ao conceito de um “jardim urbano”, a Outer traz uma linha extensa de calçados para homens e mulheres dos 30 a 70 anos, que possuem características urbanas, autênticas e que valorizam o diferente, o inovador. São calçados femininos (sandálias, sapatilhas, boneca, tênis, anabelas, salto altos, botas), masculinos (sandálias, drives, tênis, casual, sociais, botas) e acessórios (carteiras, cintos, necessaires, bolsas, pastas/carteiros, mochilas, chaveiros e outros).

Diferente de tudo o que existe no mercado de calçados gaúcho, a nova loja da Outer. traz opções para um público exigente e que não abre mão do bom gosto pessoal e do conforto, sem ter que seguir a moda preestabelecida pelas tendências mundiais. A franquia de Porto Alegre foi aberta pelos irmãos Fernando Zachia e Rosa Sartori, empresários gaúchos experientes em diversas áreas. Os dois escolheram a Outer. porque eram clientes da marca no Rio de Janeiro e queriam levar para Porto Alegre um conceito ainda inexplorado na cidade e que, com certeza, agradaria ao gaúcho por ser este um consumidor exigente.

“Escolhemos um ponto no Barra Shopping Sul porque é o bairro com aquele clima mais praiano, por assim dizer, e tem muito a ver com o tipo de público da Outer., que deseja calçados mais despojados com muito estilo e alta qualidade”, conta Fernando. “

Outer.
Barra Shopping Sul – Porto Alegre

Av. Diário de Notícias, 300 – Cristal
(51) 4003-4171

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Está renovando o contrato de franquia e o franqueador está cobrando uma nova taxa de franquia?

Muitas vezes a cobrança desta taxa na renovação contratual é prevista na Circular de Oferta e também no Contrato de Franquia.


Portanto é legal, mas considero totalmente inadequada.

A Taxa de Franquia remunera o franqueador de despesas com a transferência de “know-how”, a seleção de ponto para instalar o negócio, o projeto de arquitetura e instalações, dos custos de venda da franquia, do treinamento do franqueado e seus funcionários. Esta taxa também remunera os gastos do franqueador com o suporte pré operação e, como na renovação do contrato não ocorrerá este suporte, a nova Taxa de Franquia não deveria ser cobrada.

Alguns franqueadores alegam que a taxa é novamente cobrada para que o franqueado continue utilizando a marca, o que é um argumento muito questionável pois já foi paga quando da assinatura do primeiro contrato e pelo pagamento periódico de royalties.

Outros franqueadores utilizam a renovação da taxa como forma de pressionar o franqueado a revitalizar o ponto do venda, geralmente barganhando a cobrança pela reforma e implantação do novo projeto de instalação e visual do negócio.

Também acho inadequado, pois investir na revitalização do negócio deveria ser uma obrigação contratual a que o franqueado está sujeito e devidamente informado pela Circular de Oferta e em cláusula contratual. O errado é barganhar com a cobrança de uma nova taxa de Franquia.

Minha recomendação é que você negocie com o seu franqueador, eliminando a cobrança da nova Taxa de Franquia. Se você é um bom franqueado ele certamente abrirá mão desta cobrança, querendo que você permaneça na rede com a sua franquia.


terça-feira, 18 de agosto de 2015

Franquia de asfaltos é oportunidade inédita e sem concorrência no Brasil


 Com dois modelos de negócio – franquia fabril e microfranquia – a ÚNICO Asfaltos pode ser adquirida com investimento a partir de R$ 18 mil e promete ser a grande solução em tapa-buracos e pequenas pavimentações, arruamentos para todas as cidades brasileiras


No ano passado, o empresário Jorge Coelho, que desde 2001 trabalha com pedreiras e usinas de asfalto (nos Estados de Santa Catarina, Rio de Janeiro, São Paulo e Amazonas) e se tornou um dos maiores fornecedores deste mercado no país, resolveu criar um modelo inédito de franquias: a Único Asfaltos – primeira franquia deste modelo do mundo.

“Vamos popularizar o uso de asfalto e torná-lo mais acessível para obras de todos os portes. Fizemos um asfalto que poderá ficar estocado, aplicado em qualquer quantidade e até na chuva para facilitar as reparações emergenciais e pavimentações interioranas. Hoje, a maioria das obras públicas em prefeituras, concessionárias de rodovias, departamentos de água e esgoto precisam de soluções rápidas e eficientes mas ainda perdem muito tempo com licitações e concorrências para adquirir produtos com limitações operacionais, criados com o objetivo de atender demandas rodoviárias de grande porte”, explica Coelho.

“A Único Asfaltos vai divulgar e levar nosso produto e a qualidade de nossos serviços mais rapidamente a todo o Brasil e proporcionará maior velocidade e economia às obras, além de ser uma excelente oportunidade para quem quer empreender num mercado de tanta demanda”, completa o franqueador.

Com 11 unidades em operação – 3 próprias e 8 franquias - a Único Asfaltos possui dois modelos de negócio, com diferentes investimentos e estruturas necessárias: a primeira é o modelo fabril, cujo investimento é de R$ 290 mil, numa área de 300 m². O segundo é a microfranquia, que possui investimento de apenas R$ 18 mil e pode funcionar "home office". 

Para a franquia fabril, o franqueador desenvolveu um equipamento, uma usina de asfaltos inédita, menor que a convencional, do tamanho de um carro popular, enquanto a usina tradicional pode ser do tamanho de várias carretas e caminhões.  Já a microfranquia é basicamente comercial e isenta de investimentos em equipamento. Ambos os modelos possuem ticket médio de R$ 12 mil e rentabilidade de 30% para o franqueado.

Para este ano, a previsão é a abertura de mais 5 franquias e as cidades prioritárias para expansão são São Paulo, Goiânia, Curitiba e Porto Alegre. A rede usinou 165 mil toneladas de asfalto no ano passado e obteve um faturamento de R$ 31 milhões.

Ficha técnica – Único Asfaltos

Modelo fabril
Investimento total (com a Taxa de Franquia): R$ 290 mil
Taxa de franquia: R$ 80 mil
Capital de Giro: R$ 50 mil
Metragem mínima exigida: 300 m²
Número de funcionários: 2
Taxa de Royalties: 5% sobre o faturamento bruto
Taxa de Propaganda: 2% sobre o faturamento bruto
Faturamento mínimo mensal: R$ 150 mil
Ticket Médio: R$ 12 mil
Rentabilidade: 30%
Prazo de Retorno do Investimento: 7 meses
Prazo de Contrato: 5 anos

Modelo Microfranquia
Investimento total (com a Taxa de Franquia): R$ 18 mil
Taxa de franquia: R$ 17 mil
Capital de Giro: R$ 15 mil
Metragem mínima exigida: 0 m²
Número de funcionários: 0
Taxa de Royalties: 5% sobre o faturamento bruto
Taxa de Propaganda: 2% sobre o faturamento bruto
Faturamento mínimo mensal: R$ 40 mil
Ticket Médio: R$ 12 mil
Rentabilidade: 30%
Prazo de Retorno do Investimento: 4 meses
Prazo de Contrato: 5 anos

Contato da franquia: www.unicoasfaltos.com.br